sexta-feira, 6 de junho de 2014

Candidato contra a maconha perde eleição dentro do seu próprio partido no Uruguai

legalização da maconhaA maior ameaça para novo mercado de maconha legal no Uruguai perdeu em cotação primária para as presidenciais de seu partido.

O senador Jorge Larranaga tinha sido um favorito para representar o Partido Nacional este ano e se opõe fortemente a nova lei, que coloca a decisão do governo da Frente Ampla no centro de uma indústria de maconha regulamentado. O objetivo do governo é derrotar o crime organizado através da produção mais barata, melhor, de erva legal e vendê-la em farmácias para adultos registrados.

"Vamos derrubar esta lei que legalizou o cultivo de maconha. Ninguém planta nada! Não plante nada, porque nós vamos derrubá-la! " Larranaga havia dito isso antes da votação primária de domingo.

Outros principais candidatos para suceder o presidente José Mujica em outubro estão no registro apoiando o cultivo legal e compra de maconha para uso pessoal.

O vencedor surpresa de direita do Partido Nacional por uma larga margem foi o deputado Luis Lacalle Pou, que apóia a maconha para auto cultivo e diz que ele iria manter a maior parte da lei nova exatamente como está.

Mas o analista político Daniel Chasquetti advertiu contra os resultados de domingo como um sinal de que o sentimento está mudando em favor da lei de maconha no Uruguai, que o Congresso aprovou em dezembro, apesar de uma oposição avassaladora nas pesquisas de opinião popular. Ele disse que a vitória de Lacalle Pou tem mais a ver com o sentimento em seu partido que ele defende uma melhor chance de derrotar a Frente Ampla, em outubro.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics