quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Top 10 citações de Terrence McKenna

explorador dos psicodélicosTerrence McKenna foi um filósofo e psiconauta do nosso tempo. Suas palavras profundas de sabedoria, não só moldaram vidas, mas a essência de toda a cena psicodélica que existe hoje.

Terrence McKenna era um modelo do mundo psicodélico. Este filósofo, autor, palestrante e desbravador da psique humana (psiconauta)
dedicou a maior parte de sua vida a estudar as bases do Xamanismo, espiritualidade e etnofarmacologia. Sua obra e filosofias têm sido uma inspiração para o mundo dos psicodélicos, e sua unidade que tem sido usada para empurrar para a frente a humanidade tem desempenhado um papel importante em ambos os aplicativos de compreensão espiritual e científicos de sua utilização.

Embora ele não esteja mais entre nós, o seu trabalho profundo de entendimento ainda vive. Então, nós pensamos em nos equipar para compartilhar 10 de nossas citações favoritas dele:

10. " A natureza não é nossa inimiga, para ser estuprada e conquistada. A natureza somos nós mesmos, para ser valorizada e explorada. " - Terence McKenna

9. " A imaginação é o fim da história. Vejo a cultura como um esforço para, literalmente, realizar os nossos sonhos coletivos. " - Terence McKenna

8. " Aqui e agora, um quântico de distância, lá está a existir um universo de inteligência ativa que é trans-humano, hiper dimensional, e extremamente estranho ... O que está impulsionando o sentimento religioso, hoje, é um desejo para o contato com este outro universo. " - Terence McKenna

7. " Se você não tem um plano, você se torna parte do plano de outra pessoa. " - Terence McKenna

6. " O ato criativo é um abaixamento da rede da imaginação humana no mar de caos em que estamos suspensos, e a tentativa de trazer de fora as idéias.

É a jornada do mar a noite, o pescador solitário em um mar tropical com suas redes, e você deixar que essas redes digam para baixo - às vezes, algo rasga através delas que as deixa em pedaços e a você só resta remar para a costa, e colocar a cabeça debaixo da sua cama e rezar.

Em outros momentos, o que desliza através são as minúcias, os peixinhos desta metáfora ictiológica da ideia de perseguição. Mas, às vezes, você pode realmente trazer para casa algo que é alimento, alimento para a comunidade humana para que possamos sustentar a nós mesmos e ir para a frente. " - Terence McKenna

5. " É claramente uma crise de duas coisas: da consciência e de condicionamento. Nós temos o poder tecnológico, as habilidades de engenharia para salvar nosso planeta, para curar a doença, para alimentar os famintos, para acabar com a guerra; Mas não temos a visão intelectual, a capacidade de mudar nossas mentes. Temos de descondicionar-nos de 10.000 anos de maus comportamentos. E, não é fácil. " - Terence McKenna

4. " O custo de sanidade nesta sociedade, é um certo nível de alienação " - Terence McKenna

3. " Se as palavras  ' vida, liberdade e busca da felicidade ' não incluem o direito de experimentar com a sua própria consciência, então a declaração de independência não vale a pena o cânhamo em que foi escrita. " - Terence McKenna

2. " Psicodélicos são ilegais não porque tem um governo amoroso que está preocupado que você possa saltar para fora de uma janela do terceiro andar. Psicodélicos são ilegais porque dissolvem as estruturas de opinião e culturalmente estabelecidos modelos de comportamento e processamento de informações. Eles abrem até a possibilidade de que tudo o que você sabe está errado. " - Terence McKenna

1. " Você é um explorador, e você representa nossa espécie, e o maior bem que você pode fazer é trazer de volta uma nova ideia, pois o nosso mundo está ameaçado pela ausência de boas ideias. Nosso mundo está em crise por causa da ausência de consciência. " - Terence McKenna

Este é o filósofo e explorador da consciência humana Terrence McKenna. Quem pesquisa sobre psicodélicos com certeza já se deparou com alguns materiais de estudo desse cara, um dos maiores nomes dessa área em toda a história, já que ele foi contra muitas leis e preceitos morais para desbravar esse novo conhecimento.

Entre tantas frases geniais, eu destacaria a número 4, pois de fato para você ser considerado um ser com sanidade em dia pela nossa sociedade, você deve estar mergulhado em certa alienação. Alienação esta, em relação às verdades da natureza principalmente, que vem sendo escondida cada vez mais de acordo com o desenvolvimento do capitalismo, que é um modo de vida que escolhemos viver que é completamente contra a natureza e a naturalidade dos seres como um todo. E me pergunto com certa frequência: Se é para viver contra a natureza, ou seja, viver contra nossa própria vida, que sentido tem viver em um mundo como este? Queria eu ter a oportunidade de trocar aquela ideia com Terrence e saber o que ele me diria disso.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

10 maneiras de se controlar com os comestíveis de maconha

comer cannabisComestíveis feitos com maconha são a forma mais potente para se obter a onda (lombra) da planta, mas se você não tem conhecimento sobre a etiqueta dos comestíveis, você pode facilmente passar por apuros, se sentindo sobrecarregado com tanta informação e simplesmente não saber como lidar com aquilo. Com essas dicas, você pode evitar as armadilhas, e tornar-se um verdadeiro mestre das comidinhas verdes.

Com a legalização da maconha, o estado do Colorado, nos Estados Unidos, tornou-se uma nova meca para os entusiastas da maconha em todo o mundo. Agora, é um símbolo do progressismo, e exemplo para os outros seguirem. No entanto, seria tolice pensar que a legalização total da maconha não teria alguns solavancos que precisam ter suas arestas aparadas, e os solavancos vieram na forma de comestíveis, com vários relatos de cidadãos inocentes assumindo que experimentaram sensações mais fortes do que eles podiam lidar. Isso é uma vergonha, porque comestíveis são ótimos! Mas eles podem facilmente sobrecarregar os despreparados, e tornassem difíceis até mesmo para o mais experiente dos fumantes.

Quando você fuma a cannabis, você tem grande controle sobre a administração do seu barato, você fica totalmente capaz de parar a qualquer momento e se tocar da realidade (as vezes ficamos muito chapados mesmo, mas convenhamos que é sempre algo fácil de se controlar), e o efeito não dura muito tempo; este não é o caso com os "inocentes" comestíveis, e depois de você ter consumido um, você já está de embarque feito dentro de um avião, com as portas fechadas, sem chances de vola e pronto para um longo passeio.

Quando se trata de comestíveis de maconha, a coisa mais importante a fazer, acima de tudo, é obter a dosagem adequada na sua receita, sem exageros. Isso pode ser notoriamente difícil de ser feito, e varia de acordo com o seu metabolismo e o seu peso - e claro, a força da erva usada para cozinhar.

Para ajudá-lo a iluminar o seu caminho, reunimos 10 dicas práticas que lhe permitirão superar as potenciais surpresas durante uma viagem com comestíveis de maconha, e a dominar essa besta quase incontrolável.

1. Começar por baixo, vá devagar
Tomar muito cuidado com o excesso de maconha na dosagem, pois comer a quantidade certa de cannabis pode ser um negócio complicado de se medir. Pode demorar uns bons 45 minutos até uma hora para que a cannabis seja digerida e comece a fazer o efeito, para então se saber o quanto você realmente vai atingir. Novos usuários podem facilmente tornassem impacientes, comer mais alguns cookies ou brownies para tentar fazer o efeito bater - e tudo isso fará apenas que descobram que eles serão jogados para fora de um penhasco quando finalmente atingirem o máximo de efeito desses comestíveis, ai então será tarde demais para lamentar. A melhor coisa a fazer é comer uma quantidade pequena e esperar para que essa quantidade faça efeito - porque vai fazer. Dessa forma, você não ficará sobrecarregado. Uma vez que tenha batido o efeito, você pode enfim decidir se precisa comer mais, mas, agora imagine o contrário, se você tiver exagerado antes e se arrepender do excesso, não terá mais o que fazer, então vá com calma. Se você estiver fazendo seus próprios comestíveis, é uma boa ideia que comece com um quarto de um grama e veja como isso afeta você. A partir daí, aumente gradativamente, até que tenha encontrado o ponto ideal.

2. Fique longe de bebidas alcoólicas quando fizer o uso de comestíveis de maconha
Claro, uma cerveja gelada, pode ser um ótimo acompanhamento para um bom baseado, mas o álcool com comestíveis de maconha são uma coisa totalmente diferente. Misturar algumas cervejas ou outras bebidas com os comestíveis pode causar tanto náuseas quanto tonturas, por isso melhor não querer gastar sua viagem com momentos ruins, pois eles são tão potencializados quanto os momentos bons.

3. Comer uma boa refeição primeiro
Comer comestíveis de maconha estando com o estômago vazio vai fazer você ter uma experiência forte, realmente muito, muito forte. Certifique-se de ter comido algo decente para forrar o estômago, uma refeição saudável antes de pensar em começar a comer sua ganja.

4. Mantenha comidas NÃO EMACONHADAS sempre por perto
Quando você comer alguma coisa feita corretamente com maconha, você vai sentir mais fome. Larica do mesmo jeito como se tivesse fumado. Isto por sua vez, incentiva você a comer mais comestíveis com infusão de maconha, potencialmente te derrubando ao longo da jornada. Certifique-se de manter alguns lanches normais sempre por perto, para que possa se alimentar sem aumentar a dosagem ainda mais.

5. Mantenha o seu esconderijo de biscoitos LONGE DAS CRIANÇAS
Não é realmente algo extremamente claro como um céu cheio de fogos de artifício. As crianças não sabem a diferença entre comidas infundidas com cannabis e as que não contenham cannabis , e eles são propensos a comer qualquer coisa que pareça atraente, e os doces infundidos com maconha são tão atraentes quanto os normais. Mantenha-os fora da vista e trancados. Afinal, até mesmo adultos não saberão diferenciar facilmente, e podem comer por acidente

6. Coloque etiquetas nas suas criações caseiras
As crianças não são os únicos que podem tornar-se alvos facilmente enganados por um doce aparentemente saboroso, como dito acima. Certifique-se de rotular qualquer coisa que você faça com a sua maconha - você não quer voltar para casa para encontrar o seu marido/esposa pirando na cozinha, porque sem querer comeu um brownie ou um cookie de maconha.

7. NÃO dirigir/pilotar qualquer tipo de veículo
Outro grande engano, mas você pode ser surpreendido como muitas pessoas pensam que é tranquilo dirigir depois de comer um cookie de maconha, como se tivesse apenas fumado um fininho. Não só você vai estar ajudando a aumentar a imagem negativa que as pessoas têm sobre a maconha, mas como você inevitavelmente vai se machucar, você também poderia machucar alguém no processo. 

Comestíveis de maconha podem de fato ter um efeito diferente do álcool, mas com certeza você não fica nem um pouco sóbrio depois de comer algo com maconha, talvez eu possa descrever um afeito muito mais pro lado psicodélico, realmente potente, então não faça essa besteira.

8. NÃO se apavore jamais
Se você achar que você comeu mais do que você podia suportar, o importante é não surtar. É impossível exagerar na dose de comestíveis de maconha, mas você vai ficar bem, acredite. Basta tentar e pensar positivamente e sempre de forma calma, e encontrar um lugar confortável, apenas com pessoas de sua confiança, ou ficar sozinho na cama, para refletir um pouco com total sossego. Provavelmente, você vai chegar a adormecer, reduzindo consequentemente o tempo que voc~e suportará a onda conscientemente, te livrando de um trabalhão em caso de estar em um local do qual você tenha que se privar da sua lombra.

9. Considere manter alguma porção de CBD puro na mão
Outra opção que você pode tomar quando você tiver consumido demais e está com desconforto é estourar uma cápsula de CBD puro. o CBD é um dos canabinóides não psicoativos encontrados dentro da cannabis, e é conhecido por contrapor os efeitos do THC. Você vai descobrir que aumentando seus níveis de CBD você pode tomar uma dose extra de tranquilidade, sem pânico e paranoia que potencialmente caminham lado a lado com o consumo de muito THC. Mas é claro que essa opção, no Brasil, é restrita àquelas pessoas que produzem o próprio óleo de CBD em casa, ou que possam comprar CBD através da internet.

10. NÃO é brincadeira, alguém pego de surpresa nunca é engraçado!
Você pode pensar que isso soa como uma boa ideia fazer a pegadinha de dar a um amigo alguns biscoitos feitos com maconha sem que ele saiba disso, mas não é engraçado, é criminal, extremamente irresponsável, e muito angustiante para a pessoa que está sofrendo a brincadeira. É uma certeza de que na melhor das hipóteses, você perderá um amigo, e na pior das hipóteses, acabará em um tribunal sendo processado quem sabe por homicídio!

Para fim de papo, você tem que tratar os comestíveis de maconha com o devido respeito, especialmente se você nunca tiver provado nenhum antes. Enquanto você mantiver algumas regras básicas em mente, você vai rapidamente dominar os efeitos e abrir toda uma porta para uma nova forma divertida de apreciar sua erva generosamente presenteada pela mãe natureza.

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Brasil legaliza CBD para uso medicinal

cannabis medicinalO governo do Brasil legalizou o uso do composto da maconha canabidiol (CBD) para uso com fins médicos.

O anúncio foi feito na tarde de ontem por funcionários da Agência de Vigilância Sanitária do Brasil, Anvisa, que dizem que o país passou a reconhecer as propriedades terapêuticas do canabidiol, dizendo que é agora uma substância "controlada" e já não mais proibida.

Aqueles que querem usar legalmente o canabidiol precisarão receber uma recomendação de um médico, e ter uma condição de qualificação grave, tais como epilepsia, esclerose múltipla e esquizofrenia, entre outros.

Funcionários da Agência de Vigilância Sanitária dizem que eles estão procurando a elaboração da legislação para permitir a importação de canabidiol, uma vez que não é produzido atualmente no Brasil, e a liberação para tal nem está sendo discutida.

No mês passado, o Conselho Federal de Medicina do Brasil autorizou neurologistas e psiquiatras a prescreverem o canabidiol no tratamento de crianças e adolescentes com epilepsia que não respondem ao tratamento convencional.

Apesar de ser um primeiro importante passo, como brasileiro, e principalmente entusiasta da Cannabis, não vejo nenhum pouco de justiça nesse plano inicial, pois somente pessoas diagnosticadas com condições severas é que poderão receber a prescrição, e isso somente após terem tentado TODAS as formas convencionais de tratamento sem obter sucesso. 

Eu me pergunto: Formas convencionais, o que seriam? Um milhão de medicamentos químicos cheios de efeitos colaterais que vão debilitando a saúde da pessoa, para só então ela poder receber uma prescrição de CBD? E aquela pessoa que gostaria de tentar essa forma natural antes de causar um colapso em seu fígado ingerindo uma mistura química de medicamentos? Nesses pontos deixa muito a desejar, sem contar o principal, a produção caseira ou nacional está por enquanto fora de cogitação, ou seja, famílias que tenham rendas altas poderão importar pagando cerca de 2 mil reais por frasco do medicamento (já incluindo as taxas alfandegárias e de transporte). Mas por um acaso, só ricos possuem condições graves de doenças? Pobres também sofrem, e não terão como comprar um medicamento deste valor... O que torna de certa forma isso tudo muito revoltante. Mas como disse no início, é apenas um primeiro passo, daí em diante as coisas devem começar a ser discutidas e melhoradas de acordo com a vontade e necessidade da população brasileira. 

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Conheça os 10 melhores coffee shops de Amsterdã

fumar maconha
Lojas de café em Amsterdam, também conhecidas por Coffee Shops, são amados por todos os turistas que vão com essa finalidade à capital da Holanda; visitantes de todo o mundo sempre param em um café, ou em vários, se eles alguma vez tiveram o privilégio de ir na cidade, e os moradores têm prazer em fazer negócios com os proprietários das lojas, mesmo que muitos deles tenham seu próprio empreendimento de café.

Alguns são realmente bons, já outros são realmente grandes, e alguns ainda são fundamentalmente incríveis. Cada um oferece uma variedade diferente de produtos e de diferentes estilos e seleções de cepas de maconha, e diferentes lojas irão coincidir com preferências diferentes das pessoas, dependendo do gosto e estilo de cada uma. Mas aqui está uma lista das lojas de café que fazem a nossa a nossa lista top dez. Caso você tenha o privilégio de conhecer Amsterdã, e queira visitar alguns dos cafés, vamos colocar endereço e site para que possam fazer seu guia turístico da melhor forma.

10) Baba

Cafetaria BABA em Warmoesstraat tem um toque do Oriente Médio em seu interior. Belas estátuas de divindades, completos com braços múltiplos e uma certa aura mística, podem ser vistas em toda a loja. O lugar tem uma grande atmosfera social; frequentadores do café, muitas vezes planejam encontros após horas de trabalho (encerra às 01:00 todos os dias) para falar sobre o dia e desfrutar de uma boa cannabis. Alguns dos itens preferidos dos frequentadores no menu BABA incluem o clássico fumo White Widow & o poderoso Jack Herer, Aghani Border, Skunk Jack Herer, LA Confidential, e Thai.

Warmoesstraat 64, 1012 JH Amsterdam
www.babashops.nl

9) Popeye's

Quando você entrar o Popeye, você irá se deparar com um ambiente muito colorido; literalmente. O lugar é preenchido até a parte de cima com pessoas coloridas, cheias de desenhos que decoram, como arco-íris e tons quentes. Da mesma forma, o seu menu é repleto de uma disposição colorida de ervas finas, incluindo sete cepas Haze, três cepas Kush (Vanilla Kush, Chocolate Kush, e Rosa Kush) e um especial "Popeye Mix Weed" que vai custar para o visitante a bagatela de € 5 a grama ou € 20 por 5 gramas para quem comprar na promoção. Eles também têm uma grande seleção de haxixes, o mais caro deve ser o Chocolate de Aladim.

Haarlemmerstraat 63, 1013 EK Amsterdam
www.coffeeshop-popeye.nl

8) The Grasshopper

O Grasshopper é um estrondo, loja de café e bar agitado em Eindhoven, em atividade desde 2007. Hoje é instantaneamente reconhecível por seu brilhante sinal na placa de néon no exterior da loja de um icônico verde. Todo o interior do edifício conta com quatro ambientes e o lounge é uma área excitante e elegante para conhecer novas pessoas e se divertir. O seu menu não é gigante, mas é um menu poderoso. Entre as opções estão alguns clássicos soberbamente selecionados, como White Widow e Northern Lights, bem como um inventário de sete haxixes diferentes, incluindo Afghaan e Marroquino. O café ganhou um lugar entre os top quarenta de Amsterdã nas páginas da Mellow: um guia de fumantes em Amsterdam.

Oudebrugsteeg 16, 1012 Amsterdam
www.thegrasshopper.nl

7) Bulldog Leidseplein

A Companhia Bulldog tem cinco cafés individuais em toda a cidade de Amsterdã, eles cresceram o suficiente para iniciar a execução de um hotel na cidade, e eles ainda têm estabelecimentos no Canadá. A sua loja de café em Leidseplein é uma visão interessante; Ironicamente, o prédio é uma antiga estação de polícia de Amsterdã. Agora, a cobertura é um bar e no piso térreo é a loja. O interior foi decorado para se parecer com o passado do local, antigos artefatos criminais da polícia de Amsterdã estão entre suas prateleiras e paredes. É uma loja agradável, acolhedora, com pessoas amigáveis, e a história interessante em toda parte faz sucesso para uma boa conversa depois de uma fumaça.

Leidseplein 17, 1017 PS Amsterdam
www.thebulldog.com

6) Mellow Yellow Lounge

O Mellow Yellow Lounge em Vijzelgracht é um bar muito elegante, mas simpático como loja. O interior é muito limpo e iluminado como uma boate; o lugar hospeda frequentemente festas completas com DJ, dança e, claro, a maconha. Seu menu é grande e profissional, dividindo maconha em sativa e indica ao lado de haxixes, pré-enrolados, comestíveis, e suas cannabis Ice-O-laters. Ele oferece muitos fumos famosos do público e que muitas vezes passam despercebidos a outras lojas de coffee shops, como o Dr. Grinspoon, Pot of Gold, Silver Haze, e até mesmo um super Hash Honey (haxixe com mel). Eles servem bolos espaciais, e um sabor especial de Ice-O-Later, que tem a descrição do menu assim: "resina pura e tricomas pressionados juntos"; Essa é a sua especiaria master, pela quantia nem um pouco amistosa de € 50 por grama, supostamente vale o seu preço em potência.

Vijzelgracht 33, 1017 HN Amsterdam

5) Abraxas

A palavra Abraxas tem suas raízes nos tempos místicos da Idade Média; cada uma das suas sete letras representam um dos sete planetas clássicos. O café Abraxas, situado em Jonge Roelensteeg, é um ambiente muito limpo, aconchegante e acolhedor, com uma pitada de sabor místico e do Oriente Médio. Suas mesas e escrivaninhas são de uma madeira elegante, suas paredes são padrões de azulejos decorados à mão, e seu cardápio é bem iluminado e encaixado em um colorido mosaico de enrolamento. A loja e seus funcionários, obviamente, têm um olho afiado para os detalhes. Sua seleção de menu reflete à pancada, oferecendo uma poderosa variedade de cepas altamente potentes, incluindo Silver Haze, Mako Haze, Amnesia Haze, e Amnesia Lemon. Entre sua maior seleção de haxixes, estão alguns achados não-tradicionais, como Super Pollum e Ketama, bem como clássicos confiáveis incluindo Ice e Ice marroquino. No geral, frequentadores amam este café por sua grande atmosfera e produtos confiáveis.

www.abraxas.tv
Jonge Roelensteeg 12, 1012 PL Amsterdão

4) Green House Coffee Shop

Títulos premiados no menu deste café são mesmo em quantidades impressionantes: ". Green House / Vencedora de nada mais do que 38 High Times Cannabis Cups" Este pequeno, mas muito unido coffee shop, também conhecido como o Green House Centrum, está no coração de Waterlooplein, e os funcionários e clientes sempre estão entusiasmados com a sua erva. Além de seu estoque regular de maconha fina, a Green House vende sua própria linha de cepas populares de "G-Exclusivos", que são criados mensalmente e oferecidos sob encomenda. Seu menu durante todo o ano inclui alguns grandes nomes como Trainwreck e Jack Herer bem como cepas como Flowerbomb Kush e Traincrash. Eles também têm uma boa seleção de haxixe e baseados pré-enrolados. A loja é bem decorada, incluindo interessante paredes e janelas de vidro de luz que dão a todo o local uma aura misteriosa e meditativa. O Green House é um ótimo lugar para sentar e relaxar com um casal de amigos, se você só quer fumar ou ir de encontro com alguns outros frequentadores.

Oudezijds Voorburgwal 191, 1012 EW Amsterdam


3) Kadinsky

Kadinsky está localizado em Rosmarijnsteeg, e é muitas vezes o destino de eleição para os moradores que vivem perto da área por causa de sua atmosfera social faladora e funcionários normalmente conhecidos deles. O menu, conhecido pela sua espessura de prata vinculativa, é excelente, com uma abundância de diferentes cepas de sativa para satisfazer a fome de maconha de qualquer fumante no momento. Melhores escolhas de ervas incluem Dr. Grindspoon, Blueberry Cheese, AK-47 (cultivada hidroponicamente) e Master Kush. Eles também oferecem um pouco de haxixe de qualidade superior, como o seu Ice Silver Haze, e vendem baseados prontos de  haxixe que têm tabaco misturado junto, que é um hábito comum por lá. A loja é boa o suficiente para ter descrições do barato de cada produto em seu cardápio; por exemplo, os efeitos da cepa Fatima's Hands são descritos como uma pedrada forte, profunda. No geral, as pessoas na Kadinsky são ótimas, e é difícil deixar o local após uma fumada com os amigos; e é por isso que faz com que fique entre os três primeiros em 3º lugar.

Rosmarijnsteeg 9, 1012 RP Amsterdam

2) Dampkring

Dampkring é um maravilhoso, lindo e revigorante bar e coffee shop com um interior e uma atmosfera muito fria e elegante à luz de velas. No interior espaçoso, que ostenta um estilo de decoração semelhante a do sudoeste do país e arquitetura espanhola, as pessoas podem ser vistas bebericando uma cerveja, olhando por cima de uma fileira de frascos na frente deles, ocasionalmente pegando um bud ou dois e dando-lhes uma boa e velha fumada. Desde a sua inauguração, em 1993, Dampkring gerou várias estirpes vencedoras da Cannabis Cup e oferece um amplo menu que está cheio de favoritos instantâneas. Inúmeros clientes pegam buds de Mexican Haze, Sour Diesel, C5, G13 Amnesia, e Kali Mist, antes de estourá-los em um baseado e sentar-se para boas bebidas e risos. Dampkring possui uma seleção extremamente grande de haxixes, bem como, haxixe variando de Cheese Dab e Simpson Kush para Dabstep e Ducth Moonshine. Este café é um verdadeiro ponto de encontro em Handboogstraat, e, fica aberto até 01:00, o vencedor #2 na nossa lista, felizmente, é lá que você pode ir a  qualquer hora do dia.

Handboogstraat 29, 1012 XM Amsterdam
www.dampkring-coffeeshop-amsterdam.nl

1) Barney's

Cada loja de café em Amsterdam tem seu próprio sabor único, e cada menu reflete os gostos que os proprietários e funcionários se desenvolveram ao longo da vida como fumantes de maconha e produtores, dando-lhe o seu próprio sabor único. Barney, como se pode ver, tem estado no negócio do setor movimentado do Haarlemmerstraat por 23 anos. Ele mostra em sua loja, onde em cada mesa um display de LCD percorre informações relevantes sobre maconha para o cliente sentado lá. O local está sempre ocupado por muita gente, vibrante, cheio de descontração, pessoas entusiasmadas, e roupas animadas, jogando fora aquela atmosfera de bar / café que todas as lojas procuram alcançar.

No Barney, você pode esperar o inesperado, como pessoal treinado para servir o seu café, bebida, maconha e necessidades, bem como um vaporizador pessoal, recentemente limpo em cada mesa do cliente individual. Em cima de tudo isso, o menu do Barney é lendário, transportando diferentes seleções de seus próprios famosos e numerosos vencedores da Cannabis Cup entre outras estirpes da área de qualidade superior. Eles oferecem a sua própria raça pura de Dr. Grinspoon, vencedor do 2011 Sativa Cup, o seu G-13 Haze havaiana, sua Utopia Kush com origens na América do Sul, e Pineapple Chunk, uma raça de 3 cruzas entre Pineapple, Cheese, e Skunk #1. Mesmo o seu menu de haxixe possui seus próprios vencedores da Cannabis Cup, incluindo Nepali Temple Ball, vencedor em 1999, e Triple Zero, o haxixe popular que ganhou em 2008. Ao todo, uma queixa, a de que o Barney nunca fica vazio, pois o local é realmente muito populare; numerosos moradores da região frequentam a loja diariamente, e os turistas costumam visitar a loja por seu nome bem conhecido. Para alguns, no entanto, quanto mais, melhor, e isso só é outra vantagem, permitindo-lhes desfrutar da atmosfera e ficar a conhecer algumas caras novas. No geral, Barney é definitivamente um convite aos visitantes coffee shops para servir o que tem de melhor, escolha a maconha, e as pessoas que irão te acompanhar.

Haarlemmerstraat 102, 1013 Amsterdam
loja de maconhawww.barneys.biz


Diferentes pessoas têm diferentes preferências. Alguns fumantes podem desfrutar de uma atmosfera mais tranquila da BABA enquanto outros adoram a agitação do Barney, e até mesmo outros ainda tem que ir mais e optar pela Grasshopper. Muitas lojas mais frequentes não estão aqui nessa lista. Mas, estes top dez são, definitivamente, ótimos lugares com grandes pessoas, e se você está procurando um lugar que você sabe que não pode dar errado, qualquer uma dessas lojas de café é certo para atender às suas necessidades enquanto estiver de visita por Amsterdã.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

10 razões pelas quais a maconha deve ser legalizada

cannabis medicinalNós todos sabemos que a maconha deveria ser legal,
e aqui estão as nossas 10 melhores razões.

Se você tiver sorte, então você pode viver em algum lugar onde a cannabis já foi legalizada. Se não, não tenha medo, a mudança pode estar no horizonte. A opinião pública mundial sobre a natureza da maconha é lenta, mas seguramente, está a mudar. Graças a um fluxo constante de pesquisas, estamos descobrindo que a cannabis não só é muito menos prejudicial do que muitos temem, mas que ela também pode ser um grande trunfo para a humanidade.

Com isso em mente, aqui estão as nossas 10 principais razões de por que a maconha deveria ser legal.

10. PROIBIÇÃO NÃO FUNCIONA
 Não importa o que os governos do mundo tentem, nada parou a produção e a venda de cannabis ilegal. Embora tenha sido banida por quase 75 anos, o uso de cannabis tem sempre continuado a subir.

9. PROIBIÇÃO custa bilhões PARA MANTER
 Pensa-se que os EUA sozinhos gastam 42.000 milhões de dólares a cada ano para tentar impor a proibição da maconha. Basta imaginar como esse dinheiro poderia ser melhor gasto se fosse legal nacionalmente por lá.

8. NÃO É UMA DROGA DE ENTRADA
 Alguns estudos sugerem que a maconha é uma porta de entrada para drogas mais pesadas, mas como uma forma de artigo científico da América, esses estudos estabelecem correlação, não a causa. Aqueles que vão para o uso de drogas mais pesadas também usam tabaco e bebem álcool, e, como mostra a pesquisa, o álcool tem um risco muito maior de ser uma porta de entrada da cannabis. Quando você combina isso com o fato de que a grande maioria das pessoas que bebem álcool o fazem em uma base regular, e que a maioria das pessoas admitem ter provado maconha antes, mas não foram para substâncias mais pesadas, você deve ter uma ideia de quão falsa é a afirmação de que a cannabis age como uma droga de passagem para outras.

7. A regulamentação da maconha acaba com o dinheiro dessa erva fluindo para o crime organizado.
 Onde você gostaria mais de ter os bilhões de euros gastos em maconha entrando? Na economia e impostos, onde serão reinvestidos em sua comunidade, ou nas mãos de quadrilhas internacionais, que vão usá-lo para alimentar a violência e o sofrimento? Quando a cannabis for regulada, ela garantirá que as pessoas comprem de fontes seguras, criem postos de trabalho, e garanta que o dinheiro não está caindo em mãos erradas. Sabemos que preferem ter o dinheiro arrecadado com as vendas de maconha voltado para nossas escolas, hospitais e serviços públicos, ao invés de algum buraco negro criminoso e sombrio.

6. LEGALIZAÇÃO FAZ A CANNABIS MENOS acessível às crianças
 Ao contrário da crença popular, a legalização da cannabis torna mais difícil de obter, para usuários menores de idade. Isso ocorre porque, em vez de qualquer pessoa de qualquer idade com uma nota de 20 reais poder comprar alguma maconha, uma vez que é regulada, você precisa mostrar identidade. Por exemplo, olhe para o Colorado onde a cannabis foi legalizada para uso recreativo por adultos em nível estadual. Desde a sua legalização, o uso por estudantes do ensino médio caiu, seria mera coincidência, então porque ainda não aconteceu o contrário, como afirmavam os proibicionistas?

5. A CANNABIS tem um risco MUITO BAIXO DE ABUSO
 Não importa o quão anti-cannabis os ativistas proibicionistas se mostrem, o vício em cannabis é algo extremamente raro! As tendências atuais sugerem que 1 em cada 11 indivíduos vai se tornar um viciado, no entanto, o Dr. Drew Pinksy, um especialista em dependência afirma que os vícios de maconha eram "muito incomuns" e que a figura 1 em 11 tem sido, em grande parte inflado e fora de proporção; e mesmo se fosse verdade, isso ainda é menos viciante que o álcool e o tabaco.

Mesmo a investigação iniciada pelo congresso dos Estados Unidos ter descoberto que o vício é raro, também afirmando que, quando isso aconteceu foi menos grave do que com o álcool ou a dependência da nicotina, por exemplo.

 Fonte Dr. Pinksy: http://www.huffingtonpost.com/sunil-kumar-aggarwal/cannabis-depedency-drug-war-bad-science_b_4675961.html 

4. Maconha é mais segura do que o álcool
 Bastante auto-explicativo, realmente, a maconha não só irá deixar de te transformar em um bêbado chato, inconveniente e desagradável, mas também não te deixará turbulento, e potencialmente violento, além de ser também muito mais segura para o corpo - o que faz as pessoas que adoram bebidas e odeiam maconha torcerem o nariz diante este fato consumado.

 Fonte: http://www.mpp.org/media/marijuana-vs-alcohol.html

3. Ninguém nunca morreu de overdose de CANNABIS NO MUNDO
 No conjunto da história humana não houve uma morte registrada diretamente decorrente do uso de cannabis. Pode a mesma coisa ser dita para tais toxinas como o álcool? Não, elas não podem. A Organização Mundial de Saúde estima que o consumo de álcool é responsável por 3,3 milhões de mortes no mundo a cada ano. No entanto, isso é de alguma forma legal? Claro, você compra o álcool e sua possível morte associada em qualquer padaria.

 fonte: http://www.who.int/substance_abuse/facts/alcohol/en/

2. A maconha é um medicamento eficaz contra muitas enfermidades
 Você quer saber como ela é eficaz? Bem, as empresas farmacêuticas têm demonstrado ser a principal força motriz por trás da monetária luta para manter a cannabis ilegal. Por quê? Porque eles estão com medo. Amedrontados, pois uma vez que ela possa se tornar legal, as pessoas vão usá-la como uma alternativa para os seus muitos comprimidos. Além disso, é uma planta, de modo que ninguém pode patenteá-la, e sem patente não existe lucros exorbitantes para as indústrias farmacêuticas.

Condições que são conhecidas por se beneficiarem de maconha incluem dores crônicas, HIV, câncer, epilepsia, distúrbios alimentares, stress, ansiedade, insônia, falta de apetite e muito mais ...

Atenção: Nós colocamos uma enorme ênfase na palavra "conhecidas". Nós não podemos, e não, damos conselhos médicos. Por favor, faça sua própria investigação sobre as descobertas científicas e as potenciais aplicações médicas da cannabis - há muito ai no mundo da internet.

1. LIBERDADE DE PENSAMENTO
 A guerra contra às drogas é uma guerra contra a liberdade de pensamento - como adultos é nosso direito fundamental de escolher livremente quais as substâncias que apresentamos em nossos corpos. Sim, algumas substâncias têm efeitos negativos - mas isso não justifica a criminalização. Se qualquer coisa, chama para a educação honesta sobre as drogas e seus efeitos sobre o corpo e a mente. Sobre aspectos de saúde há razões sólidas para justificar a proibição, muitas atividades perfeitamente legais são perigosos e devem ser proibidos seguindo o mesmo raciocínio. Particularmente no caso da cannabis, com uma ampla gama de usos medicinais comprovados e apenas os riscos marginais, a proibição é um ataque fundamental sobre a nossa liberdade básica de viver livremente.

E você o que acha sobre a proibição da maconha? Convidamos os leitores a refletirem um pouco, não somente sobre suas opiniões já formadas, mas sim sobre o contexto geral, global, proibir uma planta é eficiente? Eficiente contra o que exatamente? É justo? Justo sobre o que exatamente? Pense, discuta e comente.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

8 coisas que você não sabia sobre cogumelos mágicos

Palácio de BuckinghamApós a descoberta de fungos psicodélicos nos jardins no Palácio de Buckingham, a casa da Rainha da Inglaterra, nós compilamos uma lista de fatos interessantes e bizarros sobre 'cogumelos'.

1. Há cerca de 200 espécies de cogumelos que podem ser classificados como "mágicos". Seu ingrediente comum, a psilocibina, induz efeitos que alteram a mente através da formação de novas vias neurais no cérebro. Isto pode resultar em euforia, alucinações, e percepção alterada da passagem do tempo. Também podem induzir náuseas e ataques de pânico em casos contrários.

2. Em apenas três países europeus a posse e cultivo de cogumelos mágicos são totalmente legais: Bulgária, República Tcheca e Espanha, enquanto outros países têm atitudes pouco mais ambíguas. Na Holanda, por exemplo, os próprios cogumelos mágicos são ilegais, mas uma brecha na lei possibilita que a venda de trufas "mágicas" seja ainda muito difundida.

3. Os cogumelos mágicos não são viciantes, em qualquer sentido da palavra química (embora os usuários possam se tornar psicologicamente dependentes). Na verdade, os estudos em curso da Universidade Johns Hopkins parecem sugerir que a psilocibina, que é o ingrediente ativo nos cogumelos psicodélicos, pode ser útil no tratamento da dependência de nicotina. Outros estudos sugerem que ela pode também ser utilizada para tratar a ansiedade, transtorno obsessivo-compulsivo (toc) e dores de cabeça das mais extremas, como a cefaleia nervosa.

4. Como se poderia esperar, uso de 'cogumelos alucinógenos' não é um fenômeno recente. Por milhares de anos, eles têm sido amplamente utilizados na América Central para cerimônias religiosas. Os astecas chamaram de teonanacatl, ou "carne dos deuses". Há uma teoria de que várias pinturas rupestres do Mesolítico em Tassili n'Ajjer, na Argélia, retratam o uso ritual de cogumelos. Algumas dessas imagens supostamente mostram cogumelos de fato saindo de pessoas, então, presumivelmente, o pintor tinha sido vigorosamente envolvido com o processo.

5. O antropólogo John Ponta tem uma teoria de que cogumelos mágicos nos renderam a lenda do Papai Noel. Aparentemente, xamãs siberianos iriam entregar os cogumelos alucinógenos Amanita muscaria para membros de tribos da região a cada mês de dezembro. Muitas vezes, a neve era tão pesada que não poderiam usar a porta para entrar, de modo que desciam pela chaminé. Onde é que esse tipo específico de cogumelo cresce? Na floresta de coníferas (isto é, pinheiros, abetos etc ...). É vermelho com manchas brancas. Papai Noel se veste de vermelho e branco. O animal espírito destes xamãs? Rena ... tudo faz sentido agora... Ho ho ho.

6. De acordo com este tema natalino, também deve-se notar que renas são particularmente fans de cogumelos mágicos. Outra espécie conhecida por experimentar estes fungos é o bode pigmeu. Em 2010, a atriz Alexandra Bastedo falou de quando suas cabras de estimação comeram alguns cogumelos alucinógenos que estavam crescendo em seu sítio, começaram a ter alucinações, vômito e letargia. Elas, aparentemente, levaram dois dias para se recuperar.

7. Outra hipótese é de que cogumelos mágicos, apresentados pelo filósofo e psicanalista americano Terrence McKenna, propõe que os cogumelos foram cruciais para a evolução da humanidade. Ao comer Psilocybe cubensis, uma espécie de cogumelo frequentemente encontrada crescendo em esterco de vaca, o homo erectus desenvolveu melhor capacidade visual e, posteriormente, tornou-se melhor caçador. Há também algumas coisas sobre ele agir como um afrodisíaco e acelerar a reprodução. Em qualquer caso, esta é chamada a teoria do 'macaco chapado' se você quiser procurá-la.

8. Um estudo, feito novamente pela Johns Hopkins University, olhou para os efeitos espirituais da psilocibina em 36 cobaias. Um terço dos participantes disse que a experiência foi a mais espiritualmente significativa de sua vida, enquanto que mais de dois terços disseram que estava no seu top cinco mais significativo. Em cima disso, 79 por cento relataram aumento do bem-estar nos meses após o estudo.
 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics