quinta-feira, 12 de abril de 2012

56% da população de Rasquera é a favor o projeto para plantar Maconha


A algumas semanas a pequena cidade de Rasquera ganhou notoriedade ao colocar em debate para a população o plantio de maconha, que seria vendida para clubes de Cannabis e desta forma a cidade poderia quitar todas as sua dívidas . Depois de muita polêmica, o referendo apontou que 56% da população de Rasquera querem sim que o plano para plantar maconha no intuito de espantar a crise seja realizado.

Votaram 554 moradores de Rasquera, o que corresponde a 68 por cento dos 840 registados na localidade, maiores de 18 anos.

O plano da autarquia, resultante da necessidade de reduzir a dívida autárquica, prevê a criação de 40 postos de trabalho e a obtenção de receitas de 1,3 milhões de euros em dois anos, justamente o valor que iria quitar as dívidas da prefeitura, que posteriormente poderia investir em bens coletivos para aquela pequena localidade.

Contudo, o prefeito Bernat Pellisa, havia dito que não colocaria o projeto em prática caso não obtivesse 75% de aprovação da população de Rasquera. Porém, ainda sim, a decisão final não foi tomada, pois mesmo não alcançando o quórum de 75%, a maioria da população de Rasquera aprovou o plantio de Maconha para vencer a crise.

A equipa autárquica apresentou uma proposta em fevereiro que previa o aluguel de terrenos públicos a uma entidade catalã para a plantação de cannabis, num projeto que poderá representar receitas de 550 mil euros anuais.

A iniciativa foi apresentada à autarquia pela Associação Barcelona Cannábica de Autoconsumo (ABCDA), uma entidade com fins lúdico-terapêuticos de cinco mil sócios, que quer alugar os terrenos nesta região agrícola da Espanha.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics