domingo, 17 de junho de 2012

Cúpula dos Povos teve debates sobre a atual política de drogas brasileira


Entre as dezenas de fóruns e palestras que ocuparão as 50 tendas Cúpula dos Povos,que começou neste nesta sexta (14), está o debate sobre a atual política de drogas brasileira, incluindo a descriminalização da maconha. A discussão foi realizada na tenda número 13, no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio de Janeiro, ontem, (16).

Ontem, também houve o seminário "Direito à mobilidade urbana e participação popular nas políticas públicas", na tenda 29. No mesmo horário, uma roda de conversa abordou os direitos das mulheres na sociedade, na tenda 20.

A Cúpula dos Povos é um evento paralelo à Rio+20, onde organizações da sociedade civil discutem temas relacionados à Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável. A organização espera reunir 18 mil pessoas nas 50 tendas do evento.

O público esperado para essa edição do evento é quase o dobro do que compareceu à Cúpula dos Povos em 1992, durante a Rio-92. O encontro quer que os temas discutidos na Rio+20 não fiquem só no papel, mas se transformem em práticas sociais.

A ideia dos organizadores é ir além dos temas que serão debatidos no Riocentro, onde acontece a conferência oficial com representantes de 193 países, e realizar debates de forma independente, e com a possibilidade de assumir tons mais críticos ao que está sendo decidido pelos governos.

Um mês antes do início da conferência, representantes da Cúpula dos Povos apresentaram um documento mostrando que o debate principal do grupo vai girar em torno da rejeição à mercantilização da natureza e ao que chamam de "economia verde"

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics