segunda-feira, 18 de junho de 2012

Em seu novo filme, Oliver Stone aborda o problema do tráfico de drogas


Oliver Stone sempre foi um cineasta profundamente político e por várias vezes manifestou as suas posições, quer em relação a Cuba, quer em relação à Venezuela. Com a apresentação do seu novo filme à imprensa, «Savages» - que aborda o tráfico de droga, Stone teve de fazer uma comentário político e não poupou o atual presidente mexicano Felipe Calderon, classificando-o como um "desastre" e o homem que mergulhou o México num pesadelo quando decidiu declarar uma guerra total aos cartéis de droga.

A sua atitude  levou  nos últimos anos mais de 50 mil pessoas  à morte nessa guerra, que inclui usuários de maconha , cocaína e outras drogas chamadas de ilícitas. Passou-se de quatro cartéis a sete, e a violência aumentou. É como uma guerra civil. É um massacre, uma carnificina. Stone prosseguiu ainda afirmando que Calderon é o equivalente mexicano a George W. Bush e que não tem dúvidas que este «roubou» a presidência ao candidato de esquerda gauche Andres Manuel Lopez Obrador. 

"Ele roubou a eleição. Não tenho a menor dúvida da vitória de Obrador».

Recordamos que «Savages» está prestes a estrear nos EUA  (6 de julho), mas ainda sem data marcada para estrear aqui no Brasil. Contudo, vale a pena esperar, pois este filme promete,  já que mostra justamente o lado imbecil e capitalista da guerra às drogas, que de forma alguma, consegue frear o consumo e o pior, muito traumático para os cidadãos de bens, já que o que se vê é uma verdadeira carnificina.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics