segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Novela Malhação não retrata a verdadeira realidade do adolescente brasileiro


Quem não se lembra na adolescência de ter assistido um capítulo da novela Malhação? A novela que tem como público auge os adolescentes chega a sua 20ª temporada e com aquele velho enredo: um triângulo amoroso coloca a amizade e a lealdade em conflito. Duas amigas a fim do garoto popular está longe de ser uma novidade, mas é tema que continua agitando os corações adolescentes geração após geração.

O desafio é manter a atenção e a audiência em um momento em que internet parece ser muito mais atraente que qualquer outra mídia. Contudo, uma questão importante que é tratada com distância são os conflitos clássicos dessa fase (sexo, álcool, drogas, violência), e aí vem aquela pergunta, de como fica o interesse do adolescente pela novela?

Nos primeiros capítulos, os temas parecem muito mais atraentes para os mais novos (crianças e pré-adolescentes) e, talvez, para os pais dos jovens, do que para os próprios. A inocência refletida nas tramas não encontra eco no jovem real. O adolescente de "Malhação" é mais infantilizado do que o de carne e osso. São perspectivas completamente diferentes do que acontece na trama e o que o jovem de fato encontra na realidade.

Para se ter uma ideia aos 15 anos, metade dos garotos e um terço das garotas já faz sexo, 75% já bebem, 4% já usam maconha, e 10% a 20% já enfrentaram a possibilidade de uma gravidez.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics