domingo, 11 de novembro de 2012

A legalização das drogas é mais saudável para a sociedade


A ideia de que o Estado não deve interferir na liberdade de escolha do indivíduo, essência do liberalismo, é a base da argumentação daqueles que defendem a legalização das drogas. Apesar de até então parecer longe de se transformar em realidade, já que antes seria necessário rever os acordos internacionais sobre drogas, a proposta de legalização das drogas se apoia em dados consistentes e a tendência mundial é que adote esta nova perspectiva.

O primeiro é que, a legalização das drogas, e, consequentemente, a legalização do mercado de drogas, levaria a desmobilização do crime organizado e da rede associada ao tráfico. Estima-se que grupos criminosos perderiam sua fonte de receita e sua capacidade de corromper autoridades e de aliciar jovens e novos usuários. Com o mercado legalizado, também se perderia o estigma de que a maconha é a porta de entrada para outras substâncias entorpecentes.

Mais que isso, o cálculo é de que se economizariam recursos, hoje destinados à repressão, suficientes para tratar os danos à saúde física e mental causados pelo consumo. Um estudo de 2008 do economista Jeffrey A. Miron, da Universidade de Harvard, estimou que a legalização das drogas e a formalização do mercado das drogas injetariam US$ 76,8 bilhões por ano somente na economia dos Estados Unidos. Desse total, US$ 44,1 bilhões seriam poupados de ações policiais do Estado. Outros US$ 32,7 bilhões poderiam ser arrecadados na forma de impostos.

A legalização das drogas é muito mais do que apenas um debate atual é em suma muito importante para a sociedade, que sofre as consequência do narcotráfico, que por sua vez, tem sua base financeira estabelecida diante da venda de entorpecentes. Até hoje, a guerra às drogas não conseguiu diminuir nem a oferta muito menos a demanda da maconha ou qualquer outra substância ilícita, então por que não legalizar e assumirmos que a “guerra às drogas” é um verdadeiro fracasso?

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics