sábado, 24 de novembro de 2012

Legalizar a distribuição, posse e a venda de maconha é o mais sensato


A regulamentação da maconha e Washington e no Colorado continua gerando muita polêmica, contudo, é inevitável não abrir um sorriso diante da nova medida, que pode marcar o começo de uma era que tem como principal característica a não repressão armada como estratégia de controle de substâncias entorpecentes.

Em Washington, a Iniciativa 502, que regulamenta a posse, a distribuição e a venda de maconha teve 55% de apoio da população e entrará em vigor no dia 6 de dezembro. A medida vem a calhar principalmente pelo fato de estarmos tirando da ilegalidade um mercado de grande potencial, além de cortarmos os laços entre usuários e traficantes.

Com a nova legislação, ainda continua, claro sendo proibida a utilização, venda e consumo de maconha por menores de 21 anos, atendendo assim não só a legislação interna do estado, como também a faixa etária prescrita por médicos para se consumir com segurança a substância.

E inegável que atualmente a maconha é usada por boa parcela da população e é por isso que é preciso mudar de estratégia e legalizar a Cannabis, controlando sua qualidade, distribuição e não vinculando o usuário ao mercado negro. Afinal, puxar um fuminho não é nenhum demonstrativo de que a pessoa seja uma marginal ou qualquer coisa do tipo.

Como supracitado no início deste post, vivemos um momento de mudança, principalmente quando falamos das leis equivocadas que proíbem a maconha de crescer. Não só a Europa, famosa por seu liberalismo, mas também a América Latina cada vez mais está engajada em uma mudança de perspectiva na política de drogas, principalmente os países que são assolados pela violência causada pelo narcotráfico. Se em quatro décadas de proibição nunca se conseguiu controlar a oferta e a demanda da maconha, por que não mudar? Legalize!

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics