segunda-feira, 26 de novembro de 2012

No final de semana, BH teve manifestação em favor da maconha medicinal


O debate sobre a regulamentação ou até mesmo da legalização da maconha está cada vez mais presente dentro da sociedade, muito pelos esforços dos ativistas que incentivam a discussão e a mudança da lei, para que se possa utilizar todo o poderio da Cannabis.

No sábado, em Belo Horizonte, houve o 1º Dia Nacional pela Legalização da Maconha. Os manifestantes se reuniram no viaduto Santa Tereza, no bairro Floresta, região Leste da capital, e seguiram em caminhada até o prédio da Secretaria Municipal de Saúde, na avenida Afonso Pena, região central. O objetivo do movimento é pedir a liberação da maconha para uso medicinal, visto que já é provado cientificamente os benefícios da maconha no tratamento de várias doenças.

"Nosso intuito é mostrar o uso medicinal e terapêutico da planta. A proibição acaba prejudicando os usuários medicinais", argumentou um dos organizadores do evento, o gerente administrativo Nilo Victor do Carmo.

O professor aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Ernane Lúcio Pereira, 57, teve câncer de boca e usou maconha para diminuir os efeitos colaterais do tratamento. "A maconha me traz um alívio estomacal, evitando as náuseas provocadas pelas drogas quimioterápicas", contou, revelando também que já foi preso por ter sido pego com 50 gramas de maconha.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics