segunda-feira, 10 de março de 2014

Usando predadores para proteger seu jardim de maconha

predadores naturaisUm método natural que faz uso inteligente da biologia envolve o uso de predadores, como joaninhas, louva-deus, ou mesmo aranhas. Suas qualidades de proteção para jardim são amplamente conhecidas e, por isso, em alguns países é normal você ver a venda desses bichinhos em abundância nas lojas de planta. As joaninhas são vendidas por exemplo, em uma caixa com centenas ou milhares dentro. Mas como aqui não temos para comprar, podemos encontrar pelo jardim e levar até às plantas desejadas. 

O criador deve saber como eles podem ser utilizados de forma mais eficaz e quais os insetos que eles vão comer. Esta informação é útil quando você sabe que tipo de insetos quer ter em seu ambiente. Esteja ciente, também, que esse método de compra usado no exterior, é apenas para jardins enormes, pois se a comida ficar escassa os animais deixarão suas plantas e irão procurar aonde tenha mais alimento. Portanto, se você cultiva uma ou duas plantas, o ideal é sempre ficar atento em todas as plantas, pois sempre é possível encontrar uma joaninha ou um louva-deus, é só ter atenção. 

Predadores maiores também podem ser usados ​​como meios para proteger seu jardim de maconha. Se você está plantando perto de um riacho, pode ser uma boa ideia incentivar sapos, tartarugas e lagartos ou a frequentar a área, deixando comida lá de vez em quando. As aves também podem ser persuadidas a dar apoio, talvez deixando alpiste ou mesmo usando um alimentador de pássaros.

Sutileza é a palavra chave, porque você vai querer chamar o mínimo de atenção e desconfiança. Observadores casuais podem ser atraídos para a sua área de plantio de maconha se há enxames de insetos, répteis ou aves na área. Este é mais um caso em que respeitando o ambiente natural vai ajudar a manter as suas plantas de maconha seguras, e capacitá-las a crescer bem. 

Inseticidas orgânicos 

Graças ao movimento orgânico é fácil encontrar inseticidas orgânicos nas lojas especializadas em jardinagem. Inseticidas orgânicos geralmente trabalham imitando os pesticidas naturais produzidos pela planta, apenas em quantidades altamente concentradas. O óleo de neem é um dos insecticidas orgânicos mais potentes e, portanto, mais populares e é eficaz contra uma vasta gama de pragas. Leia atentamente o rótulo e certifique-se de seguir os procedimentos indicados, especialmente se a substância dever ser diluída em água.

O único inconveniente de inseticidas orgânicos é que mesmo estes podem ser assassinos indiscriminados, prejudicando os insetos e mamíferos que você já poderia estar empregando na defesa de seu jardim. A menos que seus pés de maconha estejam verdadeiramente sendo dizimados, use qualquer pesticida com moderação e com uma frequência diminuindo à medida que as plantas amadurecem, de preferência parar depois de terem deixado o início do período crítico da vida.

É importante fertilizar durante a fase de vegetação da maconha, pois se for feito durante a floração seus buds ficarão com gosto do inseticida, o que é indesejável.


Água e sabão e outros remédios do lar 

Se até mesmo substâncias orgânicas são uma preocupação para você, usando uma mistura de cerca de duas colheres de sopa de sabão diluído em um litro de água proporciona um nível adequado de proteção. Pulverizar a solução uniformemente sobre a totalidade da planta de maconha e deixe descansar por alguns minutos e depois lave as plantas completamente pois o sabão pode prejudicar as folhas. Essa mistura é útil para acabar com colchonilhas e fungos que deixam as folhas pretas e impedem o desenvolvimento da planta

Aprenda muito sobre a arte de se cultivar Cannabis com o primeiro guia do Brasil.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics