terça-feira, 27 de dezembro de 2011

A maior apreensão de Maconha na Bahia serve apenas para fins estatísticos, mais nada!

Quando se diz que a política de repressão as drogas é ineficaz, e que ao invés de estar ajudando a combater o consumo de drogas, ela está na verdade é servindo como uma válvula de desperdício de dinheiro público, muitas pessoas não aceitam, contudo a verdade está estampada nas páginas dos jornais.

Para se ter uma ideia, na semana passada, a polícia da Bahia desencadeou uma operação para reprimir a ação dos traficantes. A operação acabou culminando na apreensão de 16 toneladas e 15 quilos de maconha prontas para consumo, além de 500 gramas de haxixe em três fazendas nos municípios de Cafarnaum e Canarana, o que para a polícia e para o Secretário de Segurança Pública foi um verdadeiro sucesso. No entanto eu te pergunto: valeu mesmo a pena?

Segundo informações da polícia a mercadoria apreendida estava avaliada em 8 milhões de reais, um valor alto para nós trabalhadores, mas de certa forma irrisório, se formos analisar o montante em que os traficantes arrecadam anualmente com o tráfico de drogas. O pior de tudo é ter a surpresa de que se formos colocar na ponta do lápis o quanto se gasta para realizar estas operações, com toda certeza o governo já vai ter derramado a mesma quantia ou um valor superior às mercadorias apreendidas.

Como se a repressão por si só já não causasse a discórdia, ainda sim para dar fim aos pés apreendidos a polícia os queima, contribuindo assim com o aquecimento global, causado pelo chamado efeito estufa. Isso não seria um crime ambiental?

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics