terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Os canabinóides e suas propriedades antibacteriana


A Cannabis Sativa já tem uma relação milenar com o homem. Mesmo que atualmente ela seja reprimida, a verdade é que nossos ancestrais já faziam uso desta planta para diversos fins, como medicinais, alimentares, comerciais, espirituais, entre uma gama de outras funções.

Atualmente já se contabilizam vários estudos sobre os canabinóide. Um estudo que chama bastante atenção neste ramo, e que a mega indústria farmacêutica já se interessa, são os realizados pela equipe do Dr. Samir Ross. Naquela oportunidade, foram descobertos mais 9 canabinóides, que possuem um efeito positivo no combate à bactérias multirresistentes.

Destes novos canabinoides alguns se mostraram eficientes no combate à Leishmaniose, enquanto outros também se mostraram muito potentes no combate ao Staphylococus Aureus, que é frequentemente o causador de infecções de pele. Os canabinóides também foram eficientes no combate à cândida Albicans, um fungo que causa infecções genitais, além de ter um efeito anti-malária.

2 comments:

Augusto Leite disse...

É importante que se entenda que "canabinóide" é um termo genérico para descrever substâncias, naturais ou artificiais, que ativam os receptores canabinóides, isto é, um canabinóide não é necessariamente derivado da cannabis sativa e provavelmente essas substâncias apresentadas não o são. Nosso próprio corpo produz diferentes tipos de canabinóides endógenos.

Boldinho_D2 disse...

Exatamente, contudo os canabiboides usados para pesquisa do DR. Samir Ross foram extraídos da Cannabis Sativa. Inclusive usaram uma variedade mexicana pra extração...

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics