quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Ex-governador acredita que a regulamentação da maconha nos EUA, pode dar fim a proibição mundial da erva


Gary Johnson é ex-governador do Novo México e apoiador da regulamentação da maconha, não só nos Estados Unidos, como também em todo planeta. Para ele, o começo da regulamentação da maconha nos EUA, seria o começo do fim da proibição da erva sagrada em todo o planeta.

Gary já foi republicano, mas atualmente suas ideias vão de encontro aos libertários, sendo que para ele, a legalização da maconha é uma parte importante e de muito potencial a ser explorado não só pelas indústrias, mas pela sociedade.

Para Gary, a política dos Estados Unidos de proibição às drogas é a que domina o mundo e rege as regras nas maiorias dos países. Assim como em Nova York se fez com as bebidas alcoólicas, batendo o pé sobre a legislação federal o ex governador crê que esse será também o caminho a ser seguido para a legalização da maconha.

Na época seguiu-se o seguinte pensamento para não se proibir mais o álcool: Nós não vamos mais cumprir as leis de proibição federal. O  governo federal, se quiser fazer isso, vá em frente. Mas nós não vamos. Assim, deu-se início ao fim da proibição do álcool na Terra do Tio Sam.

Governador de Nova York Alfred E. Smith  assinou esta medida em 1923 , mas a 21 ª Emenda à Constituição dos EUA, que formalmente rejeitou a proibição, não foi aprovado até ao  final de 1933 - uma década mais tarde. Ainda assim, a ação de Nova York foi um marcador importante no caminho para a revogação da proibição, e Johnson acredita que o ato Regular a maconha poderia desempenhar o mesmo papel, sendo um verdadeiro divisor de águas.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics