sábado, 25 de fevereiro de 2012

A proibição da maconha com pretexto da saúde pública é mais uma falácia

O mundo vive em constantes transformações. Atualmente, muitas daquelas coisas faladas ou conceitos criados não faz mais sentido. Um desses conceitos ridículos criados ao longo dos tempos, foi que a maconha era uma droga tóxica e que iria culminar com o fim da juventude, uma vez que até então, achava-se que o uso de maconha levaria as pessoas à loucura ou a imoralidade.

Contudo, atualmente lutamos bravamente para descaracterizar este conceito mentiroso e tendencioso. A proibição da maconha é um dos maiores negócios do mundo. Não se iludam, pois a proibição da erva serve de base para o dinheiro que financia a corrupção. Na verdade, ninguém está preocupado com sua saúde. O Estado brasileiro não dá conta de atender a sua população, não disponibiliza médicos, as filas do SUS são intermináveis e por isso eu digo, agora vão preocupar com os maconheiros, como se maconha fosse problema de saúde pública?


Se preocupassem seriamente com a saúde pública, já teriam tomado medidas eficazes contra o álcool, a droga que mais mata direto e indiretamente. Contudo, mais uma vez, ninguém está ai para sua saúde. Tudo faz parte de um comércio, que sempre tem alguém lucrando. Alguém aí duvida do poder da indústria do álcool?
Felizmente, a verdade tende a aparecer em qualquer ocasião. E hoje, por mais que muitos ainda batam o pé, a maconha vem ganhando seu espaço. O seu espaço verdadeiro, no qual as pessoas mostram a verdadeira face da maconha, que não tem nada a ver com aquela demonizada por quem tem interesses obscuros.

Hoje, já sabemos do potencial medicinal da maconha. Vemos, por mais que muitos ainda não concordem, que a maconha não é nenhum bicho de sete cabeças e deve ser tratada da forma correta, afinal, será que alguém já parou pra pensar que fumar maconha é uma liberdade individual, prevista na constituição?



0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics