sexta-feira, 20 de abril de 2012

Ativistas ameaçam a fumar maconha em frente ao Senado mexicano


Um grupo de organizações civis ameaça fumar maconha em frente ao Senado do México em protesto pedindo a descriminalização da Cannabis, nesta sexta-feira. O grupo também entregará um abaixo-assinado com o respaldo para a tramitação de um projeto para legalizar a Maconha, colocando fim a toda esta guerra contra esta planta.

"Entregaremos nossa petição de visibilidade fumando maconha", revela o comunicado lançado nas redes sociais por um grupo chamado Frente de Artistas e Organizações pela Liberação da Maconha no México.

Os organizadores afirmam que poderão juntar até 10 mil pessoas em frente à casa legislativa, na Cidade do México, à partir do meio-dia. Além da promessa, os grupos sociais vão entregar informativos e vão reunir mais assinaturas, além de realizar atividades artísticas, como pintura e shows.

O grupo ainda prevê voltar a fazer ato similar no dia 5 de maio, dia mundial da Marcha da Maconha. O México descriminou o porte da droga para consumo pessoal, até o limite de 5 gramas, o que é considerado pouco pelos manifestantes.

O país passa por uma onda de violência, especialmente na região fronteiriça com os Estados Unidos, desde que o presidente Felipe Calderón começou uma guerra contra o tráfico, em dezembro de 2006, apoiado pelos Estados Unidos. Nos conflitos, pelo menos 50 mil pessoas morreram desde o início da ofensiva, mostrando mais uma vez que a repressão à maconha é completamente falha.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics