quinta-feira, 26 de abril de 2012

Oficiais corruptos deixavam droga passar em malas no aeroporto de LA


Quatro agentes de segurança do aeroporto de Los Angeles, oeste dos Estados Unidos, foram detidos por ter emdeixado, mediante suborno, passar malas cheias de drogas, como maconha, cocaína, metanfetamina, entre outras,  nos raios-X, anunciou nesta quarta-feira a agência antidroga americana (DEA). Mais um vez vemos como a proibição das drogas é um terreno fértil para os corruptos, além de ser quase que impossível monitorar todas as fronteiras entre os países. As drogas  vão chegar ao seu destinatário final de uma forma ou de outra, escondida, ou como no caso supracitado, sob olhares de corruptos.

Os quatro detidos, entre 23 e 30 anos, serão processados por tráfico de droga e corrupção, já que fizeram vista grossa para que as malas recheadas de substâncias entorpecentes passarem desapercebidas.
São acusados de cumplicidade com os traficantes que pagaram até 2.400 dólares para deixar passar malas cheias de cocaína, metanfetaminas e maconha.

A investigação também acusa três traficantes, um dos quais se entregou, o segundo foi detido e o terceiro está foragido.

"Este caso ilustra o caráter único do tráfico de drogas no século XXI", declarou em comunicado o agente especial Briane M. Grey, reponsável pelo DEA em Los Angeles.
Os cinco carregamentos de drogas colocados em evidência ocorreram entre fevereiro e julho de 2011 e só agora veio à tona , depois que o DEA tornou o caso disponível para as mídias de comunicação.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics