quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Rio Claro-SP tem alta taxa de apreensões de maconha


O conceito de guerra às drogas espalhado pelos Eua pelo mundo é fracassado e falido.  Com este conceito nunca se conseguiu diminuir a oferta e muito menos a demanda, principalmente quando falamos no assunto maconha. Mais uma prova disso foi divulgada esta semana na cidade de Rio Claro-SP . A maconha é a droga mais consumida  da cidade. De 2006 a agosto deste ano, 140 quilos do alucinógeno foram apreendidos pela Polícia Civil. Os números refletem uma tendência na América do Sul, onde 7,5 milhões de habitantes consumiram a droga em 2009, segundo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU).

Conforme explica a delegada Adriana Haidê Assari Nevoeiro, da Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes, as apreensões registradas no município são de origem do tráfico e usuários. “No caso de traficantes, por exemplo, a droga é, normalmente, apreendida em diferentes circunstâncias de abordagem, como no transporte, armazenagem, entre outras”, comenta.

De acordo a delegada, a droga apreendida é para o consumo interno, sem registro de comercialização na região. Além disso, os usuários são adolescentes, trabalhadores e fármaco-dependentes, além da ação dos traficantes. “Não há uma regra que justifique o maior consumo de maconha ou de um único perfil de quem a consome. De qualquer forma, a situação verificada em Rio Claro, frente às apreensões, é um resultado esperado, sendo acompanhado pelas autoridades”, reforça.

1 comments:

Anônimo disse...

So queria entender porque o povo fala da maconha como se fosse uma coisa de outro mundo.... me perdoem mais pelo que sei a maconha eh desse mundo mesmo, nao sei tambem como o governo tem tanta forca, de conseguir proibir uma planta de cescer... pois se por um acaso um pe de maconha cescer no meio de uma praca e algum careta ver, pode ter certeza que eles vao destruir..... como pode ser??? Se alguem souber responder!

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics