segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

A legalização das drogas combate os carteis do narcotráfico


A “guerra às drogas” é fracassada e não consegue combater a oferta e a demanda das drogas. Após mais de 40 anos de proibição, várias nações começam a pensar em uma nova solução para o problema, privilegiando o conceito de redução de danos, que prevê uma nova perspectiva para a situação. Uma das ações da redução de danos é a legalização das drogas, que ganham um grande valor econômico no mercado negro, justamente por sua ilegalidade. Quando se trata da maconha, a redução de danos ainda é mais visível, já que por ser uma droga leve, as tragédias acontecidas pela repressão são catastróficas.

Para se ter uma ideia, no ano passado, em estudo publicado recentemente, o instituto estima que os carteis mexicanos perderiam cerca de US$ 1,4 bilhão por ano - dos US$ 2 bilhões que faturam anualmente com o tráfico da maconha nos EUA, caso a maconha fosse legalizada como nos estados de Washington e Colorado.

É claro que, segundo apontam analistas, restaria ainda aos narcotraficantes o comércio ilegal de cocaína, que rende cerca de US$ 2,4 bilhões por ano, e os carteis, provavelmente, começariam a explorar outras atividades ilegais para tentar recuperar as perdas. No entanto, um golpe de US$ 1,4 bilhão é muito mais do que a guerra às drogas de Washington jamais conseguiu em toda a sua história.

Acredita-se que de 40% a 70% da maconha consumida nos EUA seja cultivada no México, país que vem realizando um esforço gigantesco para controlar o tráfico. Desde 2006, quando o presidente Felipe Calderón, pressionado pelos EUA, declarou guerra às drogas, cerca de 60 mil pessoas morreram em razão da violência.

O desastre fez com que muitos no México, incluindo os ex-presidentes Vicente Fox e Ernesto Zedillo, pedissem uma revisão da política do atual governo. O presidente eleito, Enrique Peña Nieto, que assume dia 1.º de dezembro, também mostrou insatisfação, embora tenha prometido manter a repressão.

1 comments:

Paulinho Trindade disse...

E o simples fato de que o usuário de maconha não precisará mais o contato com o traficante para conseguir sua droga, livra muitos adolescentes de entrar em outras drogas piores...

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics