quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

Será mesmo que é a maconha é que faz mal?


Uma das grandes erros nas discussões quando se fala em legalizar não só a maconha, mas as drogas ilícitas é justamente a dificuldade de definir o que é droga. Isto é um fator histórico, já que muitos demonizam e enxergam as drogas ilícitas como sendo extremamente prejudiciais a ponto de demonizá-las, contudo negligenciam a periculosidade das drogas vendidas em farmácias e comercializadas no mercado formal e que de fato nos mostram que existe uma grande falta de parâmetro para analisar esta questão.

Exemplo claro disto são os números apontados por um levantamento nos Estados Unidos, que mostrou que as mortes por overdose cresceram pelo 11º ano consecutivo, sendo que a maioria destes obtos foram constatados em incidente envolvendo analgésicos, que causam forte dependência, mas pode ser comprado em qualquer farmácia sem muito esforço e sem o menor controle.

"O quadro geral é que esse é um grande problema que piorou rapidamente", disse Thomas Frieden, diretor dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças, que reuniu e analisou os dados.

Em 2010, segundo Frieden, houve 38.329 mortes por overdose de drogas em todo o país. Medicamentos, em sua maioria drogas prescritas, estavam envolvidos em quase 60% de mortes por overdose deste ano, ofuscando as mortes por drogas ilícitas.

O relatório foi publicado nesta terça-feira (19) na revista científica "Journal of the American Medical Association".

Ele detalha quais drogas estavam envolvidas na maior parte das fatalidades. Como em anos anteriores recentes, as drogas opioides --que incluem OxyContin e Vicodin-- foram o maior problema, contribuindo para 3 de cada 4 mortes por overdose de medicamentos.
Frieden disse que muitos médicos e pacientes não percebem o quão viciante essas drogas podem ser, e que elas estão muitas vezes sendo prescritas para casos de dores que podem ser controladas com medicamentos menos arriscados.

Os remédios são úteis para casos de câncer, "mas, se você tem dores agudas nas costas ou enxaquecas terríveis, usar essas drogas que causam dependência pode ser perigoso", disse ele.
Foram contabilizadas 22.134 mortes por overdose por medicamentos em 2010. Ansiolíticos, incluindo Valium, estavam entre as causas mais comuns de mortes relacionadas com medicação, envolvidos em quase 30% dos casos. Entre os óbitos relacionados com o medicamento, 17% foram suicídios.
 

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics