segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Porque cercear pacientes de consumir a maconha medicinal?


Os relatos de pacientes de maconha medicinal que são impedidos de comprar o seu remédio são muitos. O caso de François, de 43 anos, é apenas mais uma historia triste no meio de muitas. O cidadão canadense de aparência franzina, não esquece o dia em que foi comprar o seu remédio, como de costume, na “Montreal Marijuana Compassion” e deu de cara com o aviso que a polícia tinha fechado o local. Desesperado, François teve que recorrer a um traficante de maconha, para conseguir a substância mais eficaz para o seu tratamento de dores crônicas.

Infelizmente, este é a realidade de muitos pacientes de maconha medicinal. Em busca de um tratamento mais eficaz, pessoas como Cheryl Campbell, que sofrem de Fibromialgia e outras dores crônicas, acabam por ter que se envolver no ciclo da criminalidade. É simplesmente estúpido e egoísta privar pacientes de consumir o seu remédio. Por isso sempre me vem o questionamento, se o governo de algum país está realmente preocupado com a saúde de sua população, afinal, não estamos falando da maconha recreacional e sim da maconha usada para fins terapêuticos, vendida sobre fiscalização, assim como qualquer outro remédio convencional das indústrias farmacêuticas.


Sinceramente, não me entra na cabeça, como cercear um paciente de usar a sua medicação, ainda mais sabendo que em muitas situações a Maconha é a única droga em que o paciente consegue um alívio nas suas infernais dores. Quando eu digo egoísta e estúpido, é porque só quem passou pelo drama de ter que lutar contra o câncer ou algum portador de dores crônicas, como a Fibromialgia, sabe de fato o tamanho da imbecilidade que é a proibição do uso médico da maconha.

As questões pertinentes a legislação sobre a maconha no mundo inteiro, normalmente estão incrustradas em conceitos antigos e de pouco conhecimento científico, que atendem a interesses de vários departamentos de cunhos administrativos, como parlamentares e chefes de estado, que estão mais preocupados em sustentar a burocracia das leis, a ajudar os pacientes que precisam se utilizar da maconha medicinal.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics