sexta-feira, 30 de março de 2012

Ex-jogador de basquete pega seis meses de prisão por posse e venda de maconha


O ex-jogador de basquete da seleção de Porto Rico, José Rafael “Piculín” Ortiz, foi condenado a seis meses de prisão nesta quinta-feira pela posse e venda de 218 plantas de maconha. Como já está há algum tempo preso, o ex-atleta terá que cumprir apenas mais um mês de detenção.

Com mais de duas décadas de careira no basquete profissional, José Ortiz atuou em equipes de destaque da Europa, como Real Madrid e Barcelona, além de passagem pelo Utah Jazz, da NBA. Veterano de quatro Jogos Olímpicos, Ortiz esteve no histórico time de Porto Rico que venceu os Estados Unidos em 2004, em Atenas, na Grécia.

A juíza do processo negou o pedido do advogado e de um bom numero de ex-jogadores e fãs do basquete de Porto Rico para que o ex-jogador tivesse a pena atenuada e entrasse em um programa de reabilitação das drogas.

Assim que cumprir a pena, Piculín Ortiz terá que passar nove meses em um centro de tratamento e outros quatro anos de liberdade provisória. Caso seja preso novamente com posse ou consumo de drogas, retornará à prisão.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics