sexta-feira, 30 de março de 2012

'Walmart' da maconha sugere debate profundo sobre a Cannabis


Uma empresa especializada em Maconha, apelidada como o Walmart da maconha, vem fincando raízes nos Estados Unidos. Agora, a grande empresa impulsiona um debate aprofundado sobre a maconha para todas as classes da sociedade.

A abertura da loja “Wegrow” em Washington coincide com o primeiro passo concreto na implementação de uma lei municipal permitindo que os residentes da cidade possam comprar maconha medicinal com uma maior segurança, sem ter que recorrer aos traficantes..

A WeGrow tem projetos audaciosos e prevê um investimento nos próximos cinco anos que vai girar em torno de  9 bilhões de dólares. A WeGrow é uma loja como qualquer outra, com grandes prateleiras e vários itens disponíveis para o comércio, como iluminação e itens de jardinagens, revistas , livros sobre como plantar maconha medicinal.

Embora a lei federal proíbe o cultivo, venda ou uso de maconha, 16 estados eo Distrito de Columbia já legalizaram o seu uso médico para tratar uma ampla gama de questões de dor, ansiedade e volta ao HIV / SIDA e doenças relacionadas com o câncer.

Quatorze estados também têm algum tipo de lei de descriminalização da maconha, removendo ou reduzindo penas para o porte.

Cerca de 7 por cento dos norte-americanos, ou 17,4 milhões de pessoas, disseram que usou maconha em 2010, acima dos 5,8 por cento, ou 14,4 milhões, em 2007, de acordo com o Abuso de Substâncias e Saúde Mental Administração de Serviços. Uma pesquisa do Gallup no ano passado descobriu que 50 por cento dos americanos dizem que a maconha deveria ser legal, e 70 por cento de apoio usos médicos para pote.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics