quarta-feira, 18 de abril de 2012

As altas cifras da economia da Maconha


Quando falamos em legalização da maconha, não podemos esquecer as diferentes esferas que este ato engloba, tais como redução de danos, melhor qualidade de vida a pacientes que se utilizam da Cannabis, o enfraquecimento do crime organizado, entre tantos outros benefícios que podem poupar milhões de vidas no que conhecemos como Guerra às drogas, inventada e passada pelo mundo por aquele país mesquinho – que costuma palpitar em países alheios- chamado Estados Unidos. Contudo, este post eu dedico à economia da maconha.

Depois que a cidade de Rasquera resolveu alugar parte de seus terrenos para o plantio de Cannabis destinado ao Clube Cannábico da Catalunha, novamente reacendeu a chama dos benefícios econômicos em trazer para o mercado lícito toda a venda e compra de maconha e derivados de Cannabis.

Segundo o professor Jeffrey Miron, da Faculdade de Economia da Universidade de Harvard (EUA), a descriminalização da maconha faria os Estados Unidos economizar US$ 8 bilhões a cada ano, um número exorbitante, que é deixado nas mãos dos cartéis de drogas. Estima-se que no Brasil a economia poderia chegar a R$ 7 bilhões ao ano, com a legalização e a venda de produtos relacionados à Cannabis.

O estudo de Harvard aponta que cerca de US$ 7,7 bilhões seriam economizados apenas com a descriminalização da droga. Os 50 estados americanos deixariam de gastar US$ 5,3 bilhões com fiscalização, processos judiciais e prisões. Já o governo federal deixaria de gastar outros US$ 2,4 bilhões, segundo o professor Miron.

Contudo, o dado mais impressionante é o dinheiro que os EUA iriam ganhar caso o consumo fosse legalizado e taxado. Caso a maconha tivesse impostos como produtos comuns, o governo americano arrecadaria cerca de US$ 2,4 bilhões/ano. Se a maconha fosse taxada como o cigarro e a bebida, a arrecadação com esses impostos seria de US$ 6,2 bilhões ao ano.

2 comments:

everton faria disse...

as pessoas sao muito hipocritas e ignorantes, a bebida que causa mais mortes na estradas e o cigarro que causa varios tipos de cancer, necrose, amputação, sem falar nas mais de 4.000 substancias tóxicas eles são liberados, agora a maconha que é apenas uma planta, não tem nenhuma substancia tóxica, por puro preconceito ela eh proibida, ou seja beber e eh uma coisa normal e fumar tbm, que trazem dor e sofrimento pra td mundo, mas a maconha que é inofensiva é proibida, não da pra entender

bruna disse...

É a hipocresia do ser humano.

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics