sábado, 9 de junho de 2012

Aos 71 anos, Beth Faria defende a legalização das drogas leves


Aos 71 anos, a atriz Betty Faria participou do Cine CE na noite de sexta-feira (9) e falou sobre os problemas das drogas no país. Segundo a atriz, que está afastada da televisão desde 2010, a maioria das drogas deve ser legalizada e define o crack como o "grande câncer do Brasil".

“O problema persiste porque existe uma hipocrisia internacional. Se o Evo Morales [presidente da Bolívia] fala que tem que liberar cocaína porque há milhares de famílias que vivem atravessando [a folha da coca] e ganhando dinheiro, tem que liberar. Cada um que plante a sua [maconha] Não encham o saco. A cachaça não é liberada?”, comparou ao jornal O Dia.

A atriz comenta a instalação das UPP [Unidas de Polícia Pacificadora] nas favelas do Rio de Janeiro, mas diz que a “pacificação é bacana até a página cinco”. “Enquanto não legalizar, [o tráfico] vai continuar”. Ela afirma, todavia, que nunca foi a uma comunidade. “Vou fazer o que no morro? Não estou a fim. Eles que liberem a maconha, a cocaína... O câncer da sociedade é o crack”.

Avó de quatro netos,  a atriz afirma que se preocupa muito mais com os pequenos do que se preocupou com os filhos. O motivo? “O mundo mudou. Tem que dar limites”. 

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics