sábado, 4 de agosto de 2012

Juristas católico se posicionam contra aborto, eutanásia e legalização da maconha


O presidente do Senado, José Sarney, recebeu na tarde desta sexta-feira (3) a visita dos juristas Ives Gandra Martins e Paulo de Barros Carvalho, respectivamente presidente e vice-presidente da União de Juristas Católicos de São Paulo (Ujucasp).

Segundo Ives Gandra, eles vieram falar com Sarney sobre o novo Código Penal, que começou a tramitar no Senado (PLS 236/2012). A comissão especial interna destinada a examinar o anteprojeto do novo Código Penal vai realizar sua primeira reunião na próxima terça-feira (7). O anteprojeto prevê mudanças polêmicas, como a descriminalização do plantio e do porte de maconha para consumo próprio e a ampliação das possibilidades do aborto legal.

“Viemos falar da nossa posição contrária ao aborto”, afirmou Ives Gandra.
Que como de praxe, veio com toda aquela celeuma sobre a maconha, se apoiando em falsos argumentos e religiosos, para tentar coibir a descriminalização da maconha.

Segundo o presidente da Ujucasp, a Holanda, país que permite a eutanásia e o consumo de drogas em certas situações, já esta revendo seu posicionamento legal sobre esses assuntos.

 Contudo, esta perspectiva é uma mera opinião do jurista, que está como uma grande parcela da sociedade desinformada, misturando religiosidade com problemas que devem ser discutidos de frente e sem conhecer o que realmente é feito na Holanda.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics