terça-feira, 15 de janeiro de 2013

58% dos havaianos aprovam a tributação e a regulamentação da maconha


O debate sobre a legalização da maconha vem sendo uma tendência mundial. Depois de anos de repressão sem conseguir controlar o consumo, e a oferta desta substância, muitos já começam a enxergar que a repressão não faz muito sentido. Desta vez, foi os havaianos que se manifestaram à favor da legalização da Cannabis Sativa, após uma pesquisa constatar que 58% dos moradores aprovam a ideia de tributação e regulação da maconha.

A pesquisa foi encomendada por um grupo de Ação política de Drogas, sendo que a pesquisa segundo a Qmark, empresa que realizou a sondagem, tem uma margem de 4% de erro, para mais ou para menos.
A sondagem apontou que 45% dos entrevistados apoiaram com veemência a regulação e a tributação da maconha no Havaí. 40% se opõe. Destes, 15% preferiram ou não sabiam opinar sobre a questão. A pesquisa ainda apontou que 58% dos entrevistados simpatizam com a descriminalização, enquanto 78% aprovam a legalização dos dispensários de maconha medicinal, para que se atenda a legislação de 2000, que permite que os pacientes se utilizem da maconha, mas não prevê outro método de conseguir a substância a não ser pelo seu próprio plantio caseiro.

O números desta pesquisa foram apresentados pelo Grupo de Ação Política de Drogas do Havaí, após uma coletiva de imprensa sobre o assunto. Uma das fortes argumentações para que a maconha seja descriminalizada ou legalizada é que o Havaí gasta em torno de 9 milhões de dólares por ano em aplicações de lei que envolvem delitos de maconha, renunciando ao mesmo tempo a 11 milhões gerados pela Cannabis Sativa caso ela fosse tributada e regulamentada.

"No Havaí, como em todo o país, as detenções por posse de maconha são uma das maneiras mais comuns que os indivíduos apanhados no sistema de justiça criminal, com um custo social e econômico", disse Vanessa Chong, diretor-executivo do Grupo de Ação Política de Drogas do Havaí. "Estes estudos fornecem importantes, fatos atualizados para a comunidade Havaí como consideramos novas direções", finalizou.

1 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics