sexta-feira, 22 de março de 2013

Maconha pode não ser mais considerada doping no UFC


O UFC é um esporte que cresce não só no Brasil, mas no mundo inteiro. Recentemente, vários atletas foram flagrados no exame antidoping e em alguns casos houve até expulsão, como é o caso do lutador Matt Riddle, pelo uso de maconha, que na época chegou até a apresentar uma carteira para uso de maconha medicinal, o que não foi levado em consideração pelo os organizadores do UFC.

Diante do crescente aumento dos casos de maconha, o diretor de assuntos regulatórios do UFC Marc Ratner, disse considerar uma mudança no tratamento da droga entre as substâncias proibidas nos combates. Durante reunião do Painel Consultivo de Testes Antidoping e Esteroides da Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC), nesta quinta-feira, Ratner defendeu que a entidade, que regulamenta as lutas do Ultimate em Las Vegas, considere mudar e aliviar sua posição em relação à maconha.

“A sociedade está mudando. É um mundo diferente agora do que quando eu estava na comissão. Os estados estão legalizando a maconha, e está se tornando um problema maior e maior com lutadores testando positivo para maconha e seus metabólicos. Neste momento, eu simplesmente não posso acreditar que uma droga de melhora de performance e a maconha podem ser tratadas de forma igual. Não faz mais sentido para o mundo, e é algo que eu acho que tem de ser debatido - afirmou Ratner, de acordo com o site "MMA Junkie".

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics