sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Golden teacher, o cogumelo mágico brasileiro

experiencias com cogumelos mágicos Você já deve ter ouvido alguém contar uma história sobre viagem com cogumelos mágicos. Normalmente usam aqueles cogumelos que nascem no esterco do gado.

Mas você sabia que no exterior existe um cogumelo mágico que é muito consumido? Países como Holanda e EUA fazem muito o uso do cogumelo mágico chamado Golden Teacher (professor dourado), e ele é originário do Brasil. No exterior os cogumelos mágicos são chamados de  Magic Mushrooms. Dizem que as experiências com o golden teacher são muito ricas e agradáveis. Vamos relatar mais ou menos a viagem de uma pessoa que se voluntariou para relatar os fatos.

"Fui com um amigo para um parque e tomei 1,4 gramas de Psilocybe cubensis, meu amigo não tomou nada. No início senti uma tontura, e pouco a pouco percebia que ia perdendo a capacidade de manter uma conversa. Era praticamente impossível lembrar coisas, manter um pensamento de uma frase por exemplo para conseguir terminar de contar algo era impossível. Apenas era possível viver o presente, contemplar a beleza das coisas ao redor.

Uma infinidade de cores vivas brilhavam e pulsavam dentro de cada objeto, que se moviam em uma ritmo calmo e agradável, de maneira mágica. Até mesmo os mais simples objetos se tornavam complexos. Duas folhas de uma mesma árvore eram totalmente diferentes uma da outra.

Cada vez prestava menos atenção ao que meu amigo dizia, tudo o que ele contava parecia muito chato, o que me fazia preferir assistir a dança colorida dos objetos. Então novamente tentei contar ao meu amigo tudo o que estava vendo, aquelas coisas mágicas todas que estavam bem ali diante dos olhos, mas infelizmente não consegui terminar de contar pra ele. Na minha cabeça toda frase que eu montava para contar se misturava e as palavras meio que se perdiam nos sentimentos e sensações novas, que eu não conseguia descrever, realmente muita informação. 

grow magic mushroom
Depois disso eu comecei a enxergar meu corpo e espírito de uma forma diferente. Eu fiquei muito mais espiritual, e dava menos importância ao meu corpo. Parece que eu tinha percebido a insignificância de um corpo sozinho, que não vale praticamente nada, e comecei a me enxergar fazendo parte do planeta como um todo, foi quando eu senti a importância individual da minha pessoa perante o universo. É difícil explicar, mas é como tudo fizesse sentido sendo todos os seres vivos parte de um único coração pulsante, chamado Planeta Terra. Foi uma interação e um sentimento muito bom.

Várias horas se passaram nesse mesmo conceito de viagem o tempo todo. Somente depois de umas 10 horas que eu comecei a tomar total consciência e já poderia interagir com as pessoas, contar as coisas e tal, mas ainda não estava livre do efeito, sentia que ainda estava doidão. Depois de uma noite de sono tudo ficou normal e eu achei  muito enriquecedora a experiência toda."

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics