quinta-feira, 23 de maio de 2013

Jovens traficantes dos E.U.A se deslocam para o leste


Tráfico de drogasNos Estados Unidos, a legalização da maconha  em apenas alguns lugares, e não em todo o país, trouxe algumas consequências negativas, como a grande aglomeração de traficantes em outras cidades. Vamos mostrar o caso de um rapaz, cujo na entrevista foi chamado de Chuck, mas este, é claro, não é seu nome verdadeiro.

Chuck vendia maconha na Califórnia. Mas a legalização da maconha medicinal no estado significava que ele estava de repente competindo contra centenas de dispensários de maconha. Então ele se mudou para Nova York, onde a maconha ainda é 100 por cento ilegal. Desde sua mudança, diz ele, que quadruplicou sua renda.

Em uma tarde recente em seu mal iluminado apartamento de Nova York, ele estava prestes a completar um ritual diário: carregado com cerca de 50 papelotes de maconha, no valor total de cerca de 3.000 dólares em sua mochila, antes de sair para fazer as entregas. "Estamos ajudando a manter as pessoas chapadas numa noite de sexta-feira em Nova York", disse ele.

Dezoito estados e o Distrito de Columbia já legalizaram a maconha, seja para uso médico ou para se divertir. E, ao que parece, quando um estado traz um mercado subterrâneo para o seu meio e o outro não, há consequências econômicas nos dois lugares.

Traficantes não são os únicos com um incentivo para movimentar a maconha fora da Califórnia. A legalização da maconha medicinal levou a uma corrida de agricultores de maconha com autorização para cultivar maconha legalmente. Que por sua vez levou a um excesso de oferta - e queda dos preços no atacado. Alguns produtores não têm sido capazes de descarregar todas as suas colheitas ao preço que eles querem no mercado local, legal. Então, eles quebram a lei e enviam para fora do estado.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics