segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Importar sementes de maconha não foi considerado tráfico, e isso no Brasil.

decisão judicial para maconheiroUma notícia muito boa, como uma luz de esperança para nós brasileiros e maconheiros. Vocês acham que importar sementes de Cannabis através de compra na internet é ou não um crime de tráfico de drogas? 

Na visão do desembargador do Tribunal Regional Federal da 3ª região em São Paulo, o senhor Toru Yamamoto, não se pode considerar a importação de sementes de maconha como tráfico de drogas, já que a sementes por si só não é considerada matéria prima para a produção de drogas.

O acusado, que não teve seu nome revelado, importou sementes de um site do Reino Unido, porém antes de chegarem em suas mãos, elas foram retidas pela fiscalização dos Correios e da Receita Federal. Com isso o Ministério Público de São Paulo acabou movendo uma ação contra o sujeito.

Até ai já era de se esperar, já que no Brasil vemos tantos absurdos cometidos contra pessoas que não têm qualquer ligação com o crime apenas por usarem uma erva medicinal, como nosso amigo Ras Geraldinho. 

Mas o melhor estava por vir. Em sua defesa, os advogados foram claros e diretos com a justiça, alegando que as sementes de maconha jamais podem ser consideradas matéria prima para  a produção de qualquer droga, já que ela não contém a substância THC, que é responsável pelo efeito narcótico na maconha.

De acordo com a Lei 11.343/06 da Constituição Federal, importar matéria-prima para a produção de drogas é crime com previsão de pena de cinco a 15 anos de reclusão.

De prontidão o desembargador aceitou a explicação dos advogados de defesa, e ainda adicionou que: As sementes não podem ser consideradas droga ou matéria prima para criação de drogas quando ainda nesse estado, apenas a partir do instante em que germina e se torna planta é que a Cannabis adquiri o THC. O senhor Yamamoto ainda aceitou o fato de que o réu declarou que a causa da importação foi mera curiosidade.
plantar Cannabis medicinal
Como é bom dar uma notícia como essa. Sentir que realmente alguém foi sensato contra um maconheiro, não tirando essa pessoa de seu trabalho, estudos e família, por simplesmente importar umas sementes ou fumar um baseado. Liberdade pra dentro da cabeça Brasil !

Leia a notícia oficial do site do Conselho Jurídico.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics