segunda-feira, 31 de março de 2014

Colorado já tem alto número de produtores de maconha medicinal

Colorado e a maconha medicinalParece que há um possível confronto iminente no Colorado (EUA) sobre os produtores de maconha medicinal que são considerados produtores de alto volume. De acordo com um artigo do jornal USA TODAY, o chefe do Departamento de Saúde do Colorado, Dr. Larry Wolk, anunciou sexta-feira que sua agência faria a realização de investigações sobre cultivadores que cultivam acima do seu limite para se certificar de que eles podem fornecer justificação para ' necessidade médica'.

A boa notícia é que eles não estão pensando em desligá-los completamente. Em vez disso, se eles não puderem fornecer as justificativas, eles vão ter que pedir para se tornar produtores comerciais. Ao contrário de um produtor comercial, um cultivador medicinal não tem que pagar taxas de licenciamento, ou submeter-se a verificações de antecedentes criminais, ou pagar os impostos sobre o seu funcionamento, uma vez que é suposto não ser fazer quaisquer lucros - só receber reembolsos para as suas despesas.

Um dos cultivadores de maconha medicinal respondeu às argumentações do Dr. Larry, dizendo que o fato de os cultivadores medicinal plantarem tantas plantas, é devido ao fato de que alguns concentrados de maconha medicinal, como os óleos, requerem uma enorme quantidade de plantas para sua produção, e portanto o limite deveria ser aumentado.

O importante é que a maconha já é acessível por lá, e esses probleminhas vão aos poucos sendo resolvidos, o que já é muito melhor do que a proibição terrível que ainda ocorre no Brasil, enquanto tanta gente precisa de maconha medicinal e não tem acesso à ela.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics