sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Saiba reconhecer deficiência de zinco nas plantas de maconha

cultivo de maconha
A falta de zinco pode ocorrer de tempos em tempos e a marca de uma deficiência de zinco é uma coleção de lâminas foliares nodosas e retorcidas. Clorose e amarelamento das folhas mais velhas pode indicar uma deficiência de zinco. Isto é freqüentemente associado a uma sensação geral pálida da planta de maconha. 

Buds também podem acabar contorcidos. Deficiências de zinco se parecem com as de ferro ou deficiências de manganês, mas elas afetam o crescimento novo, ao invés de atingir as partes mais antigas. Zinco excedente é muito raro, mas vai criar murchação e às vezes morte.

O zinco é vital para o nível de robustez e maturação da planta de maconha. As folhas, ramos, caules e talos são todos reforçados pela presença de zinco. O zinco também pode ser encontrado como um fator vital em várias enzimas e auxina, um hormônio de crescimento. Sem uma sólida quantidade de auxina, folhas e brotos podem ficar atrofiados. Além disso, o zinco desempenha um papel na produção de clorofila. 

Uma maneira de resolver uma deficiência de zinco é, utilizando uma mistura de micro compostos de ferro, zinco e manganês. Outras opções incluem sulfato de zinco, quelato de zinco ou óxido de zinco. Pode valer a pena e polpar seu tempo, sempre fornecer fertilizantes com todos os micro nutrientes para suas plantas de maconha.

O importante é não deixar sua planta "com fome", com poucos nutrientes disponíveis no solo, e é bom lembrar que os nutrientes não ficam lá para sempre, a medida em que o tempo vai passando, a planta absorve boa parte e outra parte é perdida com a própria rega, que vai "lavando" o solo, então a nutrição tem que ser frequente, mas nunca exagerada, pois pode matar a planta.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics