segunda-feira, 2 de abril de 2012

Os proibicionistas não tem argumentos científicos para proibir a Maconha, então por que não legalizar?


Acabar com a proibição da maconha é um problema sério. No entanto, os políticos raramente são dispostos a discutir o assunto. O primeiro fator grave é a falta de informação dos mesmos, que repassam aquela ideia totalmente errônea sobre a erva, apenas repetindo conceitos esdrúxulos e sem nenhum cunho científico. O segundo fator é o medo de perder votos, pois como assunto ainda é muito polêmico, principalmente para as gerações mais velhas, este torna-se um verdadeiro tabu entre político e seus eleitores.

A verdade é que os opositores da Maconha não tem argumentos embasados, que possam justificar tal proibição. Definitivamente a repressão é muito pior não só para o usuários e suas famílias, mas para a sociedade em geral, que acaba tendo que conviver com mais uma guerra, que ao contrário do que os governos pregam, não conseguem abaixar nem a oferta e muito menos a demanda, fazendo com que só aumente os números de mortes, que em sua maioria são negros, moradores das periferias e consequentemente de baixa renda.

Atualmente, mesmo que os opositores não deem o braço a torcer, a campanha antidrogas é um completo fracasso. Além de não conseguir atingir e se “comunicar” com o jovem, ela trás mentiras sobre muitas drogas, como é o caso da Maconha.  A Cannabis tão demonizada, é a droga ilícita mais consumida no mundo e até hoje não foi relacionado nenhuma morte por uso desta substância.

Lembro bem, que países que legalizaram a maconha ou pelo menos adotaram uma lei permissiva no que diz respeito à maconha medicinal, tiveram uma baixa nos acidentes fatais envolvendo veículos automotores, de aproximadamente 9%. A baixa de trânsito não é pelo simples fato da legalização da maconha, mas chegaram a esse resultado, pois a legalização fez com que diminuísse a ingestão de álcool, consequentemente menos motoristas dirigindo bêbados, os acidentes diminuíram.

A legalização da maconha além de contribuir com uma melhor perspectiva do Estado para lhe dar com a substância e assim traçar metas eficientes, também ajuda financeiramente com a arrecadação tributária, além de diminuir drasticamente a carnificina gerada pela proibição e pela disputa dos pontos de vendas das substâncias entorpecentes. 

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics