quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Coletivo Marcha da Maconha do ABC defende idosa presa por cultivar maconha


Diante da prisão de uma senhora que cultivava maconha para seu próprio consumo, os organizadores da marcha da maconha de Diadema colocaram os advogados do grupo para defender a dona de casa Maria da Conceição Gonçalves, 69 anos, flagrada pela Polícia Civil da cidade na segunda-feira com plantação de 43 vasos de maconha no quintal de casa, no bairro Serraria.

Ontem, integrantes do grupo estiveram no 7º DP (Taboão) de São Bernardo, onde a idosa está presa por tempo indeterminado, para conversar e saber da situação dela na cadeia. Eles avaliam que a prisão foi injusta.

"As coisas precisariam ser melhor apuradas. Houve precipitação e condenação pública dela", disse um deles.

O plano do grupo é procurar familiares, entre eles o filho de 27 anos da mulher, o qual ela teria expulsado de casa, para dar o suporte necessário.

Segundo o grupo, advogados que defendem a causa em todo o País estão se manifestando em prol de assumir o caso de Maria. Autuada, ela depende de autorização do Judiciário para responder o processo em liberdade. Como tem antecedente por homicídio, a chance é difícil, apesar da alta idade.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics