quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Mais um absurdo e abuso


Nessa terça-feira dia 08/01, mais um caso de prisão por cultivo caseiro aconteceu em Brasília. Igor Barbosa, inclusive conhecido meu, foi detido por ter 3 pequenos pés de maconha em seu apartamento, na quadra 710 norte. O que me choca, é que nesse mesmo dia, inclusive no mesmo horário surgiu uma notícia de que uma mulher foi vítima de um sequestro relâmpago a apenas uma quadra dali, na quadra 711 norte. Ai eu me pergunto, que vantagem pra sociedade a polícia está trazendo, indo atrás de cultivador caseiro, que faz daquele cultivo sua fonte de fumo natural e fuga do tráfico, ao invés de estar pegando os sequestradores, que já há algum tempo vêm mandando em Brasília?

É simplesmente de se revoltar, o jovem Igor de 22 anos, estudante universitário, garoto de boa família, que por sinal nem moram em Brasília, são de Manaus, e deixaram o filho vir para a capital do país estudar e fazer sua vida. Ser preso, ter sua ficha suja perante a sociedade, será para sempre marcado por ser um presidiário, isso irá dificultar sua carreira, que parecia ser promissora, afinal, Igor era um cara competente e dedicado à sua vida profissional, e por conhece-lo pessoalmente posso afirmar isso, não fazia de forma alguma seu cultivo de sustento financeiro, aliás ele nem precisava disso, pois tinha de berço boas condições financeiras e familiares. Mas mesmo assim é muito mais fácil para o policial prende-lo, afinal era uma pessoa que não oferecia risco, e era alvo fácil para o PM dizer que está fazendo seu trabalho, ao invés de se arriscar e ir atras do sequestrador que estava naquele momento fazendo uma dona de casa de vítima.


Fora todos esses absurdos sociais que vemos nesse caso, existem os absurdos científicos, os quais a mídia se sujeita a cometer. Não sei ainda, sinceramente, como em um país que está sendo olhado pelo mundo inteiro agora, está sendo o centro das atenções, permite que em mídias de grande circulação, como o jornal Correio Braziliense, permite jornalistas metidos a cientistas falarem coisas absurdas, como "super maconha, a maconha geneticamente modificada". Isso é um tapa na cara de qualquer cientista, que está sendo insultado ao ler coisas como essas, afinal quem faz a ciência são os cientistas, e alguém da mídia chega e faz suas necessidades na cabeça da ciência dizendo baboseiras como essa. Afinal todos nós sabemos que não tem essa de maconha geneticamente modificada, que é feita em laboratório, como dizia na reportagem. São apenas cruzas, na linguagem da jardinagem polinização cruzada, como acontece com as pimentas por exemplo, uma variedade poliniza outra, e isso gera uma nova variedade, ou cepa. Não quer dizer que a maconha e nem a pimenta sejam modificadas geneticamente, e muito menos feito em laboratório, pois assim eles afirmam que os manipuladores desse cultivo transgênico são as abelhas, funcionárias de laboratórios clandestinos criadores de drogas, quando na verdade estão apenas polinizando, que é seu papel na natureza.

É por esse tipo de coisa, que muitas vezes nós, brasileiros, somos chamados de macacos no exterior, e isso causa revolta claro, mas o que dizer de absurdos e atitudes abusivas como essas, a não ser uma baita de uma macaquice? E isso é culpa dos jornalistas desinformados que são acobertados por seus empregadores também desinformados, com formação moral ultrapassada e preconceituosa, em outras palavras racistas.

Só declaro guerra à esse tipo de mídia e convido todos vocês brasileiros, maconheiros ou não, mas cansados de absurdos e falácias como as que vemos há tempos, para destruirmos, acabarmos de vez com esses absurdos que não devem ter mais espaço em pleno século XXI. Nós todos somos vítimas dessas declarações, não somente o Igor, afinal, todos nós somos chamados de macacos, pelas besteiras que a mídia ruim publica. Não podemos deixar que fique como está, e não podemos nos iludir achando que alguém fará alguma coisa por nós, nunca foi assim, e não vai ser agora. Então vamos agir, vamos protestar, marcha da maconha é apenas uma  vez ao ano em cada cidade participante, mas não podemos espera-la para protestas, afinal os erros deles contra a nossa gente acontece todos os dias. Convido todos para protestarmos, quem quiser vim à Brasília venha, quem quiser juntar sua galera na sua cidade, faça. Mas vamos fazer barulho, vamos fazer nossa voz ser ouvida, é assim que se conquista as coisas, ao invés de chapar e relaxar e fazer tudo na maior paz e amor, acho que de vez em quando é bom se revoltar um pouco, que assim nos dão maior atenção. Falo isso por todos que já foram vítimas desses absurdos. Fica aqui minha indignação com o sistema.

Liberdade Igor, Sativa Lover, Felipe Gabriel e todos os outros amigos e parceiros da causa, que por sinal é muito nobre.

1 comments:

TIJOLADA ROOTS disse...

Por sermos mais fragil e descobrimos o mei mas correto de se livrar do trafico ou como dizem sustentar o crime , e não sermos bandidos homicistas e assim por diante pra esses covardes é bem facil pegar uma pessoa de PAZ do Que uma pessoa que eles sabem que podem bater de frente com eles.

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics