sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Esquerdistas sugerem criação de clubes de maconha na Alemanha


O partido de esquerda da Alemanha pretende levar a diante a proposta de criação de clubes legais de venda de maconha. Os clubes, assim como em vários lugares da Europa, teriam seus sócios cadastrados, sendo que estes seriam autorizados a portar até 30 gramas de maconha para fins de consumo pessoal.

A proposta foi laborada por Frank Tempel, ex-diretor de um grupo anti-droga que trabalhou com a polícia no estado alemão de Turíngia, ao leste do país. Tempel, que agora é conselheiro do Partido da Esquerda sobre a política de drogas, acredita que é preciso haver uma mudança radical na atitude do Estado em relação principalmente à maconha.

"A proibição da cannabis é o modelo legal que tem o mínimo de aceitação", disse ele. Tempel estima que entre 3,5 e 4 milhões de alemães consomem cannabis, e que a proibição não tem qualquer influência sobre a decisão de se utilizar ou não da maconha.

O instituto Cannabis Association (DHV), afirma que existam cerca de 100.000 processos criminais relacionados com a cannabis. Tempel, acredita que a proibição, na verdade incentiva o abuso de drogas, porque restringe a educação pública. Ele diz que o Estado deve priorizar a prevenção de proteção da juventude, e controlar o mercado de drogas e não criminalizar os usuários e os jovens.
Atualmente, a legislação alemã permite a posse de 6 a 15 gramas de maconha para consumo pessoal, variando do estado em que se encontra.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Colaboradores

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics