quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Prefeito de Amsterdã quer proibir maconha em áreas escolares


Segundo a história o termo 4:20 surgiu nos EUA, quando universitários se reuniam neste horário para fumar o seu chá da tarde. Contudo, na Holanda, um dos países mais liberais do mundo, o prefeito que já lutou contra o Weed Pass e a favor da continuidade da venda de maconha para turistas, agora quer que a erva seja proibida nas escoladas da capital holandesa.

Eberhard Van der Laan quer evitar o consumo da erva nas escolas, aproveitando uma lei nacional aprovada recentemente que limita e venda e uso da maconha no país.

Os coffee shops que oferecem maconha aos visitantes são legalizados no país. No entanto, na opinião da prefeitura, essa mesma liberdade vem expondo muitas crianças à droga em locais públicos.

"Não é bem o que você espera como educador que as crianças assistam às aulas alteradas ou mesmo bêbadas. E isso tem sido um problema para algumas escolas', disse a porta-voz da prefeitura de Amsterdã, Iris Reshef.

A maior dificuldade é que os estudantes estão acostumados a fumar nos arredores das escolas ou mesmo no campus. Lidar com a questão é um desafio para os administradores e educadores.

Com uma mudança na legislação nacional, a cidade poderá à partir de 1º de janeiro instituir as "no toking zones", áreas onde fumar maconha será proibido. Quem infringir a regra poderá ser detido pela polícia.
A medida reforça uma postura típica do governo holandês: a erva continuará livre e disponível para adultos e turistas que quiseram usar, mas o acesso às crianças será restrito.

Após várias décadas da política de tolerância, as taxas de uso de maconha entre os holandeses estão em um nível intermediário das normas internacionais, maior do que na Alemanha, e menores do que em países como França, Reino Unido e Estados Unidos, que adotam políticas de repressão à usuários de maconha.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics