segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Sementes de cânhamo podem tratar e prevenir a hipertensão

Canadá e a política do cânhamoUm estudo publicado na edição de novembro do Jornal Europeu de Nutrição descobriu que sementes de cânhamo não só pode tratar a hipertensão, mas também tem a habilidade para impedi-la também.

"Este estudo determinou a capacidade que as proteínas hidrolisadas das sementes de cânhamo usadas na refeição, mantendo essa dieta para atenuar a pressão arterial elevada (hipertensão), o desenvolvimento do estudo foi feito em ratos espontaneamente hipertensos (SHR)", afirma o resumo do estudo. "Efeitos da dieta sobre os níveis plasmáticos de renina e angiotensina enzima (ACE) nos SHR I foram determinados."

Depois de conduzir o estudo, os pesquisadores concluíram; "Os resultados sugerem que HMH com fortes efeitos hipotensores em SHR poderia ser utilizado como um agente terapêutico para a prevenção e tratamento da hipertensão."

O estudo foi realizado na Universidade de Manitoba, e recebeu financiamento de Ciências Naturais e do Conselho de Pesquisa e Engenharia do Canadá.

O Canadá ainda é o grande nome quando se trata de cânhamo, pois apesar de ser um dos primeiros países do mundo a ter certa tolerância com a maconha, introduzindo o conceito de maconha medicinal, o cânhamo é o principal produto desse gênero no país. O Canadá tem hoje a maior área com cultivo de cânhamo do mundo, e mais de 50% do cânhamo usado em todo o mundo hoje, para fazer roupas, rações, alimentos humanos, tintas e outros produtos, é proveniente do país norte-americano, que teve seu PIB aumentado muitas vezes desde que adotou essa política. Tendo em vista que é um dos maiores países do mundo e com uma das menores populações, o que não falta no Canadá é espaço para cultivar, e pelo jeito estão aproveitando muito bem.

0 comments:

Postar um comentário

 
 

NÃO COMPRE, PLANTE!

 

Vamos curtir galera!

Esquadrilha da Fumaça

Visitas

 
Real Time Web Analytics